Neto de Simone de Oliveira eterniza artista em prédio de Lisboa

Simone de Oliveira foi eternizada num mural em Lisboa pelas mãos do próprio neto, André Mano. A homenagem à avó surge como o primeiro nome imortalizado na nova Galeria dos Inesquecíveis.

21 Abr 2022 | 22:00
-A +A

Simone de Oliveira, de 83 anos, é uma das figuras mais ilustres da cultura portuguesa e a 29 de março despediu-se dos palcos com um emocionante concerto no Coliseu dos Recreios. Agora, foi eternizada num prédio de Alvalade pelas mãos do próprio neto, André Mano.

Trata-se de uma pintura com cerca de 15 metros de altura e 10 metros de largura, em que a artista se encontra no centro, a segurar um cigarro na mão, onde vários edifícios rodeiam o seu rosto.

O convite surgiu da própria Junta de Freguesia de Alvalade, numa iniciativa já anunciada no Dia Mundial do Teatro, no passado dia 27 de março, com o nome “Galeria do Inesquecíveis” e visa “celebrar personalidades e homenageá-las, valorizando o espaço público e a comunidade”, lê-se na página oficial do Facebook da autarquia local. A ideia foi imediatamente aceite pelo arquiteto e grafitter André Mano, de 32 anos, dando origem à sua primeira a solo, primeiramente imaginada para o cartaz do último concerto de Simone de Oliveira.

O mural já começou a ser pintado há poucos dias com cerca de 300 latas de tinta em spray, contudo, devido às condições climatéricas, ainda não está pronto. Deste modo, Simone de Oliveira pode ser avistada e deslumbrada na fachada do prédio n.º 1 da Rua António Patrício, ao pé da Avenida de Roma, em Lisboa.

Veja aqui:

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Arquivo Impala e Redes Sociais

 

PUB