“Nove gramas por dia”. Marie conta pormenores do tempo em que consumia droga

Marie deu uma entrevista a António Raminhos, para o podcast “Somos Todos Malucos”, e recordou alguns episódios do tempo em que consumia droga.

23 Mai 2022 | 18:50
-A +A

Marie foi entrevistada para o podcast “Somos Todos Malucos, de António Raminhos, e, numa conversa sem tabus, a ex-concorrente do “Big Brother Famosos” e o humorista partilharam experiências sobre consumo de drogas.

Marie voltou a falar do consumo de droga, um tema que já tinha abordado no reality show da TVI, e contou como tudo se processou. “Eu vim para Lisboa e não sabia o que era cocaína. Eu não sabia.  Quando fui viver para aquela casa, estávamos casualmente num jantar (…), havia muitos desequilíbrios emocionais e casualmente cheiravam cocaína à minha frente”, lembrou. Quando os colegas de casa estavam sob o efeito de drogas, diziam à jovem nortenha: “Tu pareces um refúgio”. “Foi muito pesado emocionalmente para mim lidar, até porque eram mais velhos”, confessou.

A ex-concorrente do “Big Brother Famosos” reconheceu que esta foi uma má fase da sua vida: “Eu fiquei muito triste por todo o meu percurso este verão porque eu estava genuinamente feliz. Foi a melhor viagem da minha vida, eu achava que tinha encontrado o sentido da minha vida. Mas nunca foi sóbria. Eu sei que eram os cogumelos“, disse a António Raminhos, acrescentando pormenores da sua experiência: “Eu tomava todos os dias cogumelos. Eu cheguei a tomar nove gramas de cogumelos por dia e a média é de dois. Eu lembro-me que [após consumir] estava no tempo da Virgem Maria”.

Marie falou dos pensamentos suicidas

A jovem tiktoker também falou novamente, nesta entrevista, dos pensamentos suicidas que já teve: “É uma coisa que eu tive desde muito cedo (…) Se continuar aqui, vou acabar por me matar. Eu digo isto de uma forma muito fria porque é uma realidade desde muito cedo. Eu sabia que ia acabar por me matar”. Depois deste discurso, António Raminhos rematou, dizendo que, na sua perspectiva, Marie esteve sempre à procura de respostas. A ex-BB confirmou: “Em Lisboa, encontras um bocado de tudo. Eu vinha da aldeia, não tinha contacto com esta realidade… era inocente!”

O humorista disse acreditar que Marie tinha passado por “um processo de aprendizagem e descoberta” e esta confirmou: “No fundo, aquilo era um escape. Eu não tinha luz. Agora, se estiveres bem, rodeada das pessoas certas, não precisas mesmo destas coisas”.

Texto: Maria Constança Castanheira Fotos: Reprodução Redes Sociais

PUB