Nuno Machado já voltou da guerra da Ucrânia… mas promete voltar

Nuno Machado, ex-concorrente da “Casa dos Segredos”, rumou à Ucrânia no início de março, mas a intenção do ex-militar é voltar ao cenário de guerra em breve.

23 Mar 2022 | 12:30
-A +A

Nuno Machado já voltou da Ucrânia. O ex-concorrente da “Casa dos Segredos 7” deu conta disso mesmo na sua página de Instagram na qual disse estar “de volta a casa”.

Apesar deste regresso, Nuno Machado sublinhou ainda na mesma imagem, que foi publicada nesta terça-feira, 22 de março, a sua intenção de voltar à guerra, escrevendo ainda a mensagem “Até já, Ucrânia” (ver na nossa galeria).

Recorde-se que o ex-concorrente do reality show da TVI partiu para aquele país no início deste mês, com outros militares portugueses, e, desde então, partilhou algumas fotografias do cenário de guerra. Porém, no dia 13 de março, os familiares e amigos de Nuno Machado viveram momentos de grande angústia, porque a base militar de Yavoriv, onde este estava instalado, foi atacada por mísseis.

Durante várias horas, o grupo de quatro portugueses que estava no local, no qual Nuno Machado se incluía, esteve incontactável, não respondendo a várias mensagens. Já ao final do dia, o ex-militar deu notícias através da sua página pessoal do Instagram. “Está tudo bem”, escreveu, acrescentando a citação: “Mil cairão ao seu lado, dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido”.

Também nas redes sociais, alguns ex-concorrentes de reality shows da TVI manifestaram apoio a Nuno Machado. “Contigo, máquina”, escreveu Rafael Bogart, que participou no “Big Brother 2021”. “Força, mano”, disse, por sua vez, Rui Pinheiro, que conquistou o segundo lugar no mesmo programa.

Nuno Machado rejeita ser chamado de “mercenário”

No dia 17 de março, Nuno Machado partilhou uma mensagem que recebeu por parte de um internauta que também queria ajudar no combate. “Boas meu irmão, como é que posso fazer para ir para a guerra? Eu não sou militar, mas quero ir combater”, podia ler-se. “Fiquem quietos…”, respondeu o ex-“Casa dos Segredos”.

Antes, em entrevista à CNN Portugal, Nuno Machado explicou que rumou à Ucrânia “com enquadramento legal”. “Nós não queremos ser tratados como mercenários, entrar num país e fazer o que é preciso ser feito lá. Queremos ser tratados como voluntários, porque levamos o enquadramento legal. Estamos ligados a pessoal aqui da embaixada, com papéis assinados, tudo direito para conseguirmos ir legalmente”, disse.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais

PUB