“O Amor Acontece”: Concorrente recorda atropelamento trágico

A concorrente do “Amor Acontece”, Maria Eduarda, revelou ter sido atropelada há cerca de quatro anos. Um acidente que a deixou gravemente ferida.

07 Set 2021 | 14:40
-A +A

Maria Eduarda Ánandii, concorrente do programa da TVI, “O Amor Acontece“, partilhou com o seu match, Joaquim Henriques, um momento traumático pelo qual passou. Foi na emissão transmitida esta segunda-feira, dia 6 de setembro, que a filósofa, de 59 anos, revelou ter sofrido um grave acidente há quatro anos.

“O pior momento da minha vida foi mais ou menos há quatro anos em que eu fui atropelada. Era operada todas as semanas”, contou a mulher de Angra do Heroísmo, cidade na Ilha Terceira.

“Estou muito grata e feliz por ter recuperado, pela força que tive e pela coragem de nunca ter desistido. Eu não sou a mesma pessoa que era antes. E não quero ser”, acrescentou mais tarde, sem revelar grandes pormenores do que aconteceu em concreto.

“Penso que ela é uma lutadora e uma sobrevivente”, contou Joaquim, já sozinho para as câmaras

A conversa com Joaquim fluiu e os dois descobriram que são muito ligados a Deus. O casal da praia continuou o jantar e foi nesse momento que Maria Eduarda revelou ainda ter sofrido de violência doméstica.

Quem é Maria Eduarda?

Eduarda tem 59 anos, vem da Terceira, é Filósofa e atriz de ficção. Define-se como uma mulher serena, bem resolvida e com a “mente atenta”. Adora o contacto com a natureza e as viagens culturais, gosta de conhecer pessoas e “perder-se” em debates e boas discussões de ideias. Dá formações e já trabalhou com grupos de risco em prisões. Procura um homem ativo, com boa inteligência mental e emocional.

 Texto: Márcia Alves; Fotos: DR
Veja também:
“O Amor Acontece”: Apresentados os novos (e últimos) casais do programa
Acredite: Ex-concorrente de “O Amor Acontece” vai participar em série da SIC

PUB