“O governo tem de definir prioridades”

O presidente da Liga dos Bombeiros acha que proteção civil não tem vindo a ser prioridade.

26 Jul 2017 | 12:45
-A +A

Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, aponta falhas ao Governo e afirma novamente que o incêndio de Pedrógão Grande pode ter tido mão criminosa.

O comandante acusa o Governo de não definir a proteção civil como prioridade.

Sobre as suspeitas de mão criminosa do fatídico incêndio, Jaime Marta Soares mantém o que disse dias após o fogo que vitimou 64 pessoas (número oficial).

Mas há mais! O presidente da Liga dos Bombeiros esteve à conversa com a TV7Dias e acrescentou mais acusações à lista. 

Clique no play e veja o vídeo!

Veja também:

 

 

PUB
Top