BB à Primeira Vista: «O Pedro Alves e a Jéssica são umas cobras. Aquilo é um casal fake»

Na edição desta semana de BB à Primeira Vista, Liliana Oliveira arrasa o comportamento de um dos casais do Big Brother 2020. «Se quer sair, que saia! Acabou!», diz sobre Jéssica.

22 Jun 2020 | 19:30
-A +A

Olá a todos! Hoje começo pela expulsão da Angélica do Big Brother 2020. A votação dela e do Pedro Alves foi muito renhida e já era de esperar, na verdade, que um dos dois acabasse por sair. Não me surpreende que a escolha tenha recaído sobre a Angélica, até porque ela vinha de uma semana de liderança em que esteve muito mal. Quanto à Ana Catharina, todos percebemos que ela nunca será expulsa enquanto não começar a nomear mulheres. Ela vai acabar por sair.

Depois deste momento alto da noite, assistimos a outro marcante: a suposta saída do Pedro Alves e, por conseguinte, a suposta desistência da Jéssica. Volto a dizer aquilo que tenho dito: para mim, aquilo é um casal de ficção e não vai resultar em nada. Há uma coisa que tem de ficar bem assente: os concorrentes deste Big Brother não têm a mínima noção da palavra «compromisso». Não têm! Eles assinam um contrato e comprometem-se a cumprir as regras e as diretrizes do programa. A partir do momento em que, todas as semanas, questionam tudo e mais alguma coisa, estão a pôr em causa a autoridade do Big Brother e, por consequente, a autoridade da produção do programa.

Vamos ao momento em si: a falsa expulsão do Pedro Alves era uma brincadeira para se ver até que ponto é que eles estariam a jogar ou não. Agora, a partir do momento em que eles dizem que querem sair e que vão desistir do reality show… Malinhas à porta, meus amigos! A porta da rua é a serventia da casa. Vão embora e acabou! Este jogo do «hoje saio e amanhã não saio» é só show-off para dar canal e eles acabam por nunca sair! Isso viu-se no comportamento da Jéssica, que acabou por ficar depois daquilo tudo. Isto foi tudo para apelar ao coração dos fãs. Se quer sair, que saia! Acabou!

Eles lá acabaram por ficar… e terminaram a noite nomeados pelo público – o Pedro Alves pela segunda semana consecutiva! Ainda que haja a ideia de que os casais são fortes junto dos espectadores, esta decisão não me surpreende, porque cá fora já todas as pessoas perceberam que aquilo é um casal fake, que os dois são umas cobras e que só estão ali para desestabilizar.

 

Até vou lá ajudar a Jéssica a fazer e a trazer as malinhas

 

A noite terminou com muitos nomeados. O Pedro Alves e a Jéssica juntaram-se logo à Sandrina, nomeada automaticamente pelo Big Brother por ter recebido uma mensagem da família. Quanto a isto, tenho de dizer que não concordo com o veredito do soberano. E digo porquê: aquilo que se passou com a Sandrina deveria ter dado direito a uma sanção para as famílias entenderem, sim, mas a verdade é que ela ficou completamente espantada quando recebeu o bilhete e foi imediatamente ao confessionário entregá-lo. Viu-se que ficou aflita. Aplicar a mesma sanção à Sandrina da que foi aplicada à Ana Catharina, que desrespeitou uma regra do jogo ao recusar-se a nomear mulheres, é comparar coisas incomparáveis e completamente distintas. Ela poderia e deveria ter tido uma sanção, mas nunca uma nomeação direta.

A estes juntam-se o Diogo, a Noélia e a Ana Catharina, que voltam a estar nomeados e que vão voltar a ficar na casa mais vigiada do País, e o estreante Daniel Monteiro. Na minha opinião, estará entre a Jéssica e o Pedro Alves o nome de quem vai ser expulso pelo público. Para ser justo, sairá o segundo. Caso ele, de facto, saia, espero bem que a Jéssica venha atrás… Até bato palmas para que assim seja. Até vou lá ajudá-la a fazer e a trazer as malinhas.

 

 

Já a Sónia, que passou de favorita a uma das mais odiadas pelo público num ápice, é a nova líder da casa do Big Brother 2020. Acredito que ela até possa tentar mudar a imagem que tem estado a transmitir, mas não acredito que vá conseguir fazê-lo. Mas rezo para que, pelo menos esta semana, ela não tenha os «surtos psicóticos» em que passa o tempo todo a chorar, porque já ninguém a aguenta.

 

A Iury tem de se afastar do Daniel Monteiro o mais rapidamente possível

 

Passo agora para um dos assuntos da semana: a cena de ciúmes do Daniel Monteiro quando viu a Iury a dançar com o Diogo, partindo para a ameaça. «Se fosse lá fora… tinha levado nos dentes», disse o bombeiro, referindo-se ao especialista em Marketing Digital.

Sejamos honestos e francos: dançar e conversar com os amigos não tem mal algum. A maldade está na cabeça das pessoas e de quem vê para lá daquilo que está a acontecer. A Iury não foi nada provocadora! O Daniel Monteiro considera que a tem como um dado adquirido, quando não a tem. E, então, ele sente-se no direito de mandar, desmandar e fazer o que quer e bem entende.

Depois, lá vai ele com falinhas mansas e dá-lhe a volta. Para mim, ela tem de se afastar dele o mais rapidamente possível, porque aquilo, cá fora, se algum dia virar numa relação, será uma relação altamente tóxica. Ele acaba por ser extremamente manipulador na forma como lida com ela.

Olhando para o jogo em si, esta relação está a prejudicar bastante a Iury, que está a ficar com uma imagem de submissa, de coitadinha, de alguém que se deixa levar pela vontade do Daniel Monteiro para não se zangar. Ainda que diga que não gosta de determinadas coisas, acaba sempre por ceder. E isso não é bom.

 

A Teresa e a Jéssica foram duas crianças a tentar prevalecer a palavra delas

 

Ainda na gala deste domingo, vimos um confronto entre a Teresa e a Jéssica… e novamente faltas de respeito de parte a parte. Estas pessoas não sabem viver em comunidade! Elas têm idade para ser mãe e filha e ninguém respeita ninguém! Pior do que isso: não respeitam quem está a assistir. A partir do momento em que se estão a ofender mutuamente, por muita razão que tivessem, perderam-na. Para mim, foram duas crianças a tentar prevalecer a palavra delas.

A Teresa encerrou, assim, uma semana de liderança. Apesar dos vários conflitos que teve, gostei de a ver como líder, porque ela soube chamar a atenção, soube dar os seus pontos de vista e soube ser justa quando tinha de ser. Muito conseguiu ela fazer numa semana em que todos tiveram de conquistar todas as divisões da casa.

 

Por si só, a Noélia é uma coscuvilheira

 

Um dos conflitos da Teresa foi com a Noélia. A Noélia vive numa cidade pequena em que toda a gente se conhece e a videovigilância das casas são as velhotas à janela que vêem tudo, sabem tudo e contam tudo. Por si só, a Noélia é uma coscuvilheira. É algo que está intrínseco na personalidade dela. A Noélia vive com a mentalidade de uma mulher com 50, 60 anos, em que só ela é que sabe fazer e só com ela é que as coisas ficam perfeitas. Ela não vive os 30 e tal anos que tem. Isso é muito prejudicial, porque ela acaba por não viver. Ela acaba por limitar-se a sobreviver dia-a-dia, através do trabalho, para se manter ocupada, para se manter inteira, para se manter útil.

Não me surpreendeu esta discussão, porque os melhores amigos são mesmo assim. Não estão lá só para passar a mão pela cabeça. Estão lá também para repreender. Esses são os verdadeiros amigos e, nesse aspeto, tenho de tirar o chapéu às duas, que estiveram bem. Não concordaram e discutiram, mas no dia seguinte souberam conversar e fazer as pazes.

 

A Soraia ainda não entendeu que o Daniel não quer nem nunca quis nada com ela

 

Abordo agora o avião que sobrevoou a casa da Ericeira com a mensagem de que Daniel Guerreiro teria uma namorada cá fora. Este avião só desestabilizou a cabeça da Soraia porque ela ainda não entendeu que ele não quer nem nunca quis nada com ela. Não é por ter namorada ou deixar de ter. Se ele tivesse namorada, que não tem, ele já o teria dito. Ele é transparente e honesto para o fazer.

Agora, na cabeça da Soraia, ela tem de arranjar uma justificação para o Daniel não querer nada com ela e acabou por duvidar da palavra dele. Ele, claro, não gostou que ela tivesse duvidado da sua palavra. Não acredito que haja jogo de alguma das partes. Ela está completamente apagada porque está enamorada e ele não a quer magoar e continua a fazer o jogo dele a solo.

Por último, mas não menos importante, a Soraia foi ainda a protagonista de uma das polémicas da semana por causa das suas alegadas dificuldades financeiras. Sou sincera: acredito que sejam verdadeiras e ninguém tem o direito de criticar ou julgar o que se passa na casa de cada um. As críticas que a Sónia e a Sandrina fizeram têm a importância que a Soraia lhes quiser dar e, como ela não as valorizou, tirou-lhe o chapéu.

 

Crónica: Liliana Oliveira; Fotografias: reprodução redes sociais

PUB