O que se come nos outros países na noite de Natal?

Fique a conhecer as tradições nos outros países!

22 Dez 2017 | 15:20
-A +A

Em Portugal, o Natal celebra-se com bacalhau, perú, rabanadas e bolo rei. Vai-se à Missa do Galo e troca-se presentes. Mas e no resto do Mundo?

Na Índia, os cristãos aquivalem a apenas 2,3 % da população do país – ou seja, mais ou menos 25 milhões de pessoas. O Natal celebra-se da mesma maneira, com a Missa do Galo, a entrega de prendas e a típica árvore de Natal: como na Índia não há pinheiros, as pessoas decoram habitualmente bananeiras e mangueiras.

Na Rússia, o jantar de Natal é composto por 12 pratos – um por cada apóstolo. Na Noruega, não faltam os pratos de arroz, que escondem uma noz: quem a encontrar terá sorte!

Se pensava que no Japão se comia muito sushi na consoada, está enganado! Há uma tradição um pouco estranha (pelo menos para nós, portugueses): no Natal, os japoneses comem fast food da cadeia norte-americana KFC. Tudo começou em 1974 e prolongou-se até aos dias de hoje. 

Na República Checa, costuma comer-se carpa, no Natal. Até há bem pouco tempo atrás, os checos costumavam comprar uma carpa viva e mantinham-na em casa até ao 24. Depois, guardavam uma escama para dar sorte. 

Os ucranianos têm o estranho hábito de decorarem a árvore de Natal com teias de aranha. Na Noruega, acredita-se que as bruxas saem à rua na noite de Natal para assombrarem as cidades. Como tal, os noruegueses escondem as vassouras nos armários para que elas não as possam roubar! O povo italiano também associa o Natal às bruxas, mas neste caso, pensa-se que elas entregam presentes às crianças. 

 

 

PUB
Top