“Olhar carregado de tristeza”: Luísa Castel-Branco cruza-se com Tony Carreira na TVI

Luísa Castel-Branco cruzou-se com Tony Carreira nos estúdios do “Dois às 10”, na TVI. Comentadora do “Big Brother” não ficou indiferente ao olhar do músico

09 Nov 2021 | 11:15
-A +A

Luísa Castel-Branco cruzou-se com Tony Carreira na manhã desta segunda-feira, 8 de Novembro, nos estúdios da TVI. O cantor marcou presença no “Dois às 10” para interpretar, em primeira mão, o tema do genérico da nova novela da TVI, Para Sempre, e acabou por conversar um pouco com a comentadora do “Big Brother”, que não ficou indiferente ao seu olhar.

“Creio que nos encontramos ao longo dos anos, mas apenas trocamos uma saudação. Hoje, falámos e olhei-o bem nos olhos. Foi-me impossível fugir daquele olhar tão carregado de tristeza que quase escorria pelo rosto sem se ver”, começou por referir Luísa Castel-Branco.

 

Luísa Castel-Branco: “Transparente. E tão triste”

“Na entrevista que deu no ‘Dois às 10’ foi humilde. Transparente. E tão triste, como uma dor escondida, como quem não quer magoar os outros”, continuou a escritora que mostrou empatia para com o artista que perdeu a filha, Sara Carreira, há quase um ano, num acidente de viação.

“Todos nós que temos filhos compreendemos, ainda que só possamos imaginar esta dor infinita. Perante a morte de um filho, somos todos iguais. E uma parte de todos nós morre também”.

Tony Carreira: “Tenho de estar ocupado”

Durante a conversa com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos no matutino da TVI, Tony Carreira falou sobre o regresso aos palcos e no novo álbum: Recomeçar. “Este disco era para estar no mercado no Natal que passou, acabou por não estar pelos motivos que todos nós sabemos, desliguei completamente desse álbum e acabou por nunca sair”, afirmou, salientando que este “é um  álbum diferente de todos os outros”, sendo o primeiro que não tem foto na capa.

“É todo branco e as canções, muitas delas, são em homenagem à minha filha“, acrescentou o artista que está muito focado no trabalho. “O próximo ano será, certamente, um daqueles com mais concertos destes anos todos. Tenho de estar ocupado e o sítio onde me sinto realmente melhor é, sem dúvida, em palco”, rematou.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais 

PUB