Os fails de Donald Trump na visita ao Reino Unido!

Donald Trump aterrou esta segunda-feira, 3 de junho, em solo britânico. A visita do presidente dos Estados Unidos está a gerar controvérsia.

04 Jun 2019 | 16:50
-A +A

A visita de três dias de Donald Trump ao Reino Unido começou esta segunda-feira, dia 3 de junho, e já está a gerar controvérsia. Depois de ter apelidado Meghan Markle de «manhosa», o presidente norte-americano partilhou um Tweet, em que criticava o presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan.

Relacionado ou não, a verdade é que Donald Trump está a receber um tratamento ligeiramente diferente daquele que o seu antecessor, Barack Obama, teve. Tradicionalmente, os representantes de outros estados ficam hospedados no Palácio de Buckingham, algo que não vai acontecer com Trump, devido a obras .

Desta forma, o presidente norte-americano e a primeira mulher, Melania Trump, vão ficar hospedados na casa do embaixador dos Estados Unidos, Woody Johnson.

No entanto, esta parece não ser a única diferença de tratamento. «Trump não vai ficar hospedado no Palácio de Buckingham, não vai andar numa carruagem aberta, como outros representantes de Estado fizeram, e não será autorizado a falar no parlamento britânico», divulga a imprensa internacional.

 

Donald Trump quebra protocolo?

De forma a poder tocar na rainha, o protocolo real britânico dita que a monarca deve primeiro oferecer a sua mão. O Business Insider avança que, esta segunda-feira, 3 de junho, durante o banquete de estado, um movimento de Donald Trump levantou suspeitas sobre possível quebra de protocolo. Algo que também Michelle Obama fez, em 2009.

Veja a fotografia

Recorde o momento entre a ex-primeira dama e a rainha Isabel II.

No mesmo jantar, a monarca britânica realizou um pequeno discurso que parece não ter conseguido agarrar a atenção do presidente norte-americano. Há já vários vídeos espalhados na Internet que mostram Trump literalmente a dormir enquanto Isabel II fala para os 170 convidados, que incluem membros da família real, da família Trump e algumas figuras políticas do Reino Unido, como é o caso da primeira-ministra demissionária, Theresa May.

Veja o vídeo

 

Depois de ser criticada, Meghan Markle evita Donald Trump

Numa entrevista ao The Sun,  no passado sábado, 1 de junho, o presidente norte-americano foi questionado sobre afirmações que a duquesa de Sussex fez antes de Trump ser eleito.

«Meghan Markle disse que se mudava para o Canadá, se fosse eleito presidente. Afinal, mudou-se para o Reino Unido», afirmou o jornalista.

«Isso é bom. Há muita gente a mudar-se para cá [EUA]. Por isso, o que posso dizer? Não, eu não sabia que ela era manhosa», respondeu o Presidente dos Estados Unidos, dois dias antes de aterrar em solo britânico.

Depois de as suas declarações ser terem tornado um alvo de críticas, Trump recorreu ao Twitter para desmentir a afirmação, apesar de a publicação internacional ter divulgado o áudio.

Agora, o palácio real britânico avança que Meghan Markle não se vai juntar aos restantes membros da família real no encontro com o presidente norte-americano, devido à licença de maternidade.

Leia também:
Ex-marido de Meghan Markle CASA-SE uma semana depois de BEBÉ REAL NASCER!
Conheça o significado do nome do filho de Meghan Markle e do príncipe Harry!

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos digitais| Fotos: Reuters e Redes Sociais

PUB
Top