PADEL, o desporto que conquistou os portugueses

Para todas as idades, o Padel tem conquistado sobretudo o público feminino. O ABC Indoor Padel desafiou os Campeões Nacionais para o Torneio Solidário Patas Errantes.

30 Jan 2019 | 23:15
-A +A

O padel é das modalidade que tem tido o maior crescimento em Portugal e cada vez mais ligado a causas solidárias. Estivemos no ABC Indoor Padel a assistir ao Torneio Solidário Patas Errantes, com a presença dos grandes nomes nacionais deste desporto.

Foram dois dias dedicados a esta causa solidária. No primeiro dia, os campeões nacionais Miguel Oliveira e Vasco Pascoal defrontaram a dupla Tiago Santos e Diogo Schaefer. Já no segundo dia foi um dia dedicado à garra feminina.

«Orgulha-nos estar presentes neste tipo de atividades. É interessante que, no mundo do padel, este tipo de torneios solidários têm vindo a acontecer imensas vezes. Somos atletas que vimos fazer um jogo de exibição e tentar mostrar o que fazemos no dia a dia ao nível do padel nacional», conta Diogo Schaefer.

Um desporto exigente mas onde a componente principal é o convívio e sem limite de idades, como afirma o Presidente da Federação Portuguesa de Padel, Ricardo da Silva Oliveira: «Tem tido um crescimento enorme. É um desporto muito social, jogado por crianças e por mais velhos. É capaz de ser o desporto com maior taxa percentual de senhoras. Temos crescido em termos de praticantes cerca de 70% ao ano».

Atualmente existem 132 clubes filiados. ABC Indoor Padel é dos mais recentes em Portugal e é a prova do sucesso desta modalidade: «abrimos a 2 de janeiro deste ano, para começarmos o ano em grande, e tem sido um mês de grande crescimento. Estamos muito satisfeitos. Qualquer pessoa pode vir aqui, desde as oito da manhã até querer. Queremos que este clube seja como uma família e não apenas um sítio onde se pratica desporto. Queremos, sobretudo, fazer amigos», partilhou Enrique Canedo, um dos sócios-fundadores.

Um fim de semana competitivo e que encheu o novo espaço de Sintra dedicado ao Padel. Os campos nunca estiveram vazios tal como as bancadas. O motivo para tanta adesão a este evento é simples: «O Padel tem uma vertente social e uma dinâmica de grupo muito divertida. Há grandes marcas que se têm envolvido cada vez mais no Padle assim como cada vez são mais os torneios solidários. Há sempre muitas inscrições» afirmou o Campeão Nacional Miguel Oliveira.

Veja o vídeo e aventure-se no ‘mundo’ do padel

 

Reportagem: Joana Caçador | Fotos: Helena Morais

PUB
Top