Pai da madrasta de Valentina revela agressões: “O Sandro sempre bateu na minha filha”

A menina não tinha direito a ter um quarto. Viveu sempre no sofá onde acabou por morrer.

15 Fev 2021 | 8:50
-A +A

O pai de Márcia, a madrasta de Valentina, revela, a uma publicação diária, que a filha era vítima de violência doméstica e que foi por isso que ficou calada.

Segundo o mesmo jornal, não há fotos de Valentina na casa onde o pai, Sandro Bernardo, e a madrasta viviam. A menina não tinha direito a ter um quarto e viveu sempre no sofá onde acabou por morrer.

O Sandro sempre ameaçou que fazia mal ao meu neto

Sandro e Márcia começam a ser julgados no dia 17 de fevereiro, em Leiria. Agora, o pai de Márcia, João, sai em defesa da filha. “Sempre teve medo dele, por isso não o denunciou”, afirma, contando depois que a filha era vítima de violência doméstica.

“O Sandro sempre ameaçou que fazia mal ao meu neto, o único que não era filho dele. Sempre bateu na minha filha, partia tudo em casa, não a deixava falar com ninguém”, conta.

Continue a ler aqui.

 

PUB
Top