Suspeito de matar a filha, Pai de Valentina andou a pedir dinheiro para ajudar crianças

Sandro Bernardo, suspeito de ter matado a filha, Valentina, de 9 anos, fez uma angariação de fundos para uma instituição de solidariedade social.

12 Mai 2020 | 8:10
-A +A

O caso de Valentina está a chocar o país. A menina foi dada como desaparecida na manhã da passada quinta-feira. O corpo foi encontrado este domingo, a seis quilómetros de casa, na serra D’El Rei, região de Peniche.

O pai, Sandro, e a madrasta, Márcia, são os únicos suspeitos de terem tirado a vida a Valentina, de nove anos. O casal está «fortemente indiciado do crime de homicídio e ocultação de cadáver, entre outros».

O avô da criança falou esta segunda-feira, 11 de maio, ao O Programa da Cristina. Revoltado, admitiu estar incrédulo com as ações de Sandro. «Ele dizia que a miúda era bem estimada em casa (…). Foi o primeiro a confessar a morte. Ele mostrava estar calmo e ao fim de quatro dias é que vai mostrar o local onde deixou a filha?! Mas estamos a brincar com isto tudo?!», indignou-se.

Nada faria prever o crime. Ainda há ano e meio, em setembro de 2018, o pai de Valentina recorria às redes sociais e, a propósito do seu aniversário, pedia aos amigos virtuais para fazer uma angariação de fundos para a associação de solidariedade social Ajuda de Berço, que auxilia menores. Seria o seu presente.

«A sua missão é muito importante para mim e espero que consideres contribuir como forma de celebrar comigo. Qualquer donativo, por mais pequeno que seja, vai ajudar-me a alcançar o objetivo», lê-se na publicação.

António Jordão, do Departamento de Investigação Criminal da PJ de Leiria, revelou que na habitação deviam estar mais três menores: um de 11 ou 12 anos, outro de 4 anos e o mais novo, apenas meses. A TVI avança que o mais velho terá testemunhado o crime.

«Estamos a verificar [o cenário da morte], mas claro que terá de ter acontecido em algum contexto de violência», disse ainda o coordenador, descartando, «à partida», que Valentina foi vítima de morte acidental: esta teráterá ocorrido «por questões internas do funcionamento da família».

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução redes sociais

 

Veja mais:
De luto, avô de Valentina promete vingança: «Quando os apanhar, dou cabo deles»
Mãe de Valentina quebra o silêncio após saber que filha está morta

 

 

ATENÇÃO!

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
Eis os passos a seguir:

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB
Top