Pais de Pedro em sofrimento pela forma como o concorrente é tratado no “Big Brother”

Maria Antónia garante que a família do concorrente fica muito nervosa quando passam as imagens das discussões. Mãe do comissário de bordo conta ainda o momento traumatizante que viveu.

13 Dez 2020 | 9:40
-A +A

Pedro Fonseca tem sido o centro da polémica, no “Big Brother – A Revolução”, nas últimas semanas. Desde confrontos com Jéssica Fernandes a bate-bocas com André Abrantes, passando pelas longas conversas azedas com a recém-expulsa Sofia, o comissário de bordo tem sido alvo de vários ataques, ou defesas, consoante o ponto de vista, o que tem deixado a sua família com os nervos à flor da pele.

A TV 7 Dias esteve à conversa com a mãe de Pedro que nos admitiu, em exclusivo, que as cenas de discussão com o filho os têm deixado “muito nervosos. Nós vemos as coisas, mas ficamos muito nervosos. Eu tinha emagrecido sete quilos e agora emagreci mais dois por causa do sistema nervoso”.

Referindo-se a Jéssica, Maria Antónia admite que “ela é um bocadinho complicada, não é que não tenha razão às vezes, mas acho que o meu filho não merecia até porque gosta tanto delas. Faz-me confusão elas chamarem-lhe tantos nomes. Isso custa-nos. Mas não posso fazer nada. Ele é uma pessoa que é muito simples, faz tudo na brincadeira, e elas podiam ter um bocadinho mais de consciência. Mas o programa é mesmo assim, aquilo é um jogo, temos de ter um bocadinho mais de calma, mas às vezes custa muito.”

Mais do que a si, também a Virgílio Fonseca, o pai, estas imagens têm mexido muito com as suas emoções. “O meu marido coitadinho também vê e também lhe custa. Ele até chora sempre. Ele emociona-se mais do que eu. Não é bem chorar, fica um bocadinho emocionado com certas coisas, mas temos de ter calma”, explica Maria Antónia.

 

Pai às portas da morte

Pedro tem um estado de espírito sempre animado, mesmo quando a maioria da casa se vira contra si. No entanto, escondido por esta capa, o concorrente de Alverca esconde uma história dolorosa, que aconteceu há cerca de 15 anos.

Virgílio Fonseca “foi atropelado numa passadeira em Alverca por um autocarro. (…) Esteve internado 20 dias em São José, mas muito mal, mais para lá do que para cá. Quando teve o acidente ele foi para o São José quase a bater a bota. Eles pensavam que ele não conseguia sobreviver”, recorda Maria Antónia.

Na altura, a família ficou com o coração nas mãos, mas, garante a mãe do comissário de bordo, “quando o trouxeram, ele vinha na maca, eu estava a chorar e ele chegou ao pé de mim e disse que estava bem. Eu fiquei mais aliviada, mas agora ele não se lembra de ter dito aquilo. Como ele falou comigo eu fiquei mais animadinha”.

Já Pedro não ganhou para o susto, até porque, na altura, não se encontrava no continente: “O meu filho estava nos Açores e foi muito complicado para ele. Ele depois veio logo ver o pai. Ficou um bocadinho com traumas, mas depois, ao fim de 20 dias, lá saiu. Quando ele veio, já o meu marido estava numa cadeira de rodas.”

Atualmente, Virgílio ainda tem algumas sequelas do acidente pois, explica Maria Antónia, “não tem cheiro, tem um ouvido perfurado, mas faz a vidinha dele agora.”

 

Namoro polémico aprovado

Uma das polémicas em que Pedro esteve envolvido foi quando mencionou um namoro que teve com uma rapariga de 17 anos, altura em que tinha 32 anos de idade. Jéssica insurgiu-se contra o concorrente, acusando-o de ter praticado um crime, o que, segundo o Código Penal português, não se verifica.

Para Maria Antónia, “isso foi uma polémica muito estúpida. Até os pais da mocinha gostavam muito dele. Ele ia lá para casa, nós conhecíamos os pais. Aquilo depois não deu foi certo”. Segundo a mãe do comissário de bordo, “foi uma polémica muito estúpida. Ele nunca fez mal a ninguém. Eles andaram quase dois anos, acho eu. Sei que ainda foi bastante tempo. Ela era muito novinha à vista dele e depois a rapariga começou a fazer-se mais mulher e pronto, lá achou que era melhor assim. (…) Houve muita polémica, mas não sei porquê. Olhe o Pinto da Costa. A idade que ele tem e tem sempre raparigas novas”.

Atualmente sem namorada, Maria Antónia explica, em tom de brincadeira que o filho, na realidade “tem é mulheres a mais. Tudo gosta dele e depois ele não sabe o que escolher.”

 

Necessita de ser operado

Durante a última prova semanal, que o grupo acabou por perder, Pedro queixou-se de dores numa perna. O que foi inicialmente desvalorizado por alguns concorrentes, uma vez que as dores musculares eram algo que todos tinham em comum, é na realidade um problema físico que o comissário de bordo tem e que poderá implicar uma intervenção cirúrgica.

“Já não é de agora que tem problemas. Ele jogou à bola e machucou os músculos. Ele ainda andou em tratamentos, mas ele vai ter de ser operado. Quando faz um esforço maior na passadeira, fica mais aflito e tem de pedir ajuda”, garante Maria Antónia.

Textos: Carla Ventura (carla.ventura@impala.pt); Fotos: Divulgação TVI, Reprodução Facebook e Reprodução TVI

 

(Artigo originalmente publicado na edição 1760 da revista TV7 Dias)

PUB
Top