PÂNICO em Inglaterra! Harry e Meghan AMEAÇADOS DE MORTE!

Há quem não tenha ficado contente com a união de Meghan e Harry. Os duques de Sussex têm sido ameaçados de morte, mas o Palácio de Kensington ainda não comentou o assunto.

06 Dez 2018 | 15:00
-A +A

O príncipe Harry terá sido ameaçado de morte por um grupo com ideologias nazis. O motivo terá sido o facto de ter casado com Meghan Markle, que tem ascendência africana. De acordo com a imprensa inglesa, a casa real tem recebido mensagens e imagens violentas que acusam o príncipe de «traição à raça».

Apesar de o Palácio de Kensington não se ter pronunciado sobre o caso, a BBC afirma que Harry tem sido intimidado «há vários dias».

Leia mais: Príncipe Harry faz teste da SIDA!

A comunicação social no Reino Unido acredita que quem está por detrás destas ameaças é uma organização criada por Andrew Dymock, estudante da Universidade de Bath, organização essa que quer ser uma «réplica» dos radicais norte-americanos da Atomwaffen Division (AD) – em alemão, Atomwaffen significa armas nucleares. A AD incentiva a prática de actos terroristas em nome da «supremacia branca». Os seus ídolos: Adolf Hitler Charles Manson.

 

Meghan é alvo constante de ameaças

Apesar de esta ser a primeira vez que se sabe de ameaças feitas ao filho mais novo do príncipe Carlos de Inglaterra e de Diana de Gales, a ex-atriz norte-americana está «habituada» a ser insultada nas redes sociais.

Ainda no início de novembro, o jornal The Daily Mail escrevia que o perfil de Instagram do Palácio de Kensington costuma ser inundado de comentários depreciativos sobre Meghan Markle, quase todos eles relativos à sua ascendência.

Veja ainda: Assistente pessoal de Meghan Markle NÃO AGUENTA e DESPEDE-SE!

Recorde-se que, pouco depois de o noivado com Harry ter sido anunciado e de a agora duquesa ter afirmado ser «metade preta e metade branca», a casa real vou-se obrigada a emitir um comunicado em que mostrou preocupação com a segurança da ex-intérprete da série «Suits». «Branco e preto dá cinzento. Foi assim que me senti muitas vezes. Mas quem é que quer ‘ser’ essa cor indiferente, desprovida de profundidade e presa no meio? Eu, certamente, não. Por isso fiz uma escolha: encontrei a minha identidade dentro dessa ‘confusão’», desabafou Markle.

«Não é justo que alguns meses de relacionamento com o príncipe façam com que a Sra Markle seja submetida a tamanha tempestade. Não se trata de um jogo. É a vida dela e dele», frisou, não escondendo que Harry se sente «profundamente desapontado por ser incapaz de a proteger».

A casal espera o seu primeiro filho, que nascerá na primavera de 2019.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reuters

PUB
Top