“Papel de vítima”: Ex-colega do “BB” acusa A Pipoca Mais Doce de “vingar-se do ex”

A Pipoca Mais Doce é acusada por Teresa Paula Marques, que também foi comentadora do “Big Brother”, de usar a separação “para ganhar dinheiro”, “sacrificando a sua intimidade e a dos filhos”.

17 Jun 2021 | 21:07
-A +A

A Pipoca Mais Doce, nome artístico de Ana Garcia Martins, foi alvo de duras críticas por parte da psicóloga Teresa Paula Marques, na sequência do episódio do podcast “Casados de Fresco” no qual a ex-comentadora do “Big Brother”, da TVI, revelou pormenores sobre o fim do casamento com Ricardo Martins Pereira.

“A certa altura, no podcast, há a referência a uma terapeuta, o que me leva a concluir que a Ana iniciou um processo terapêutico. Posto isto, não havia necessidade alguma de expor a sua vida, nem de fazer uma catarse pública, como também é referido. As redes sociais, os podcasts… não podem ser encarados como substitutos, nem sequer como complementos de terapias”, começou por dizer a profissional de saúde, em declarações a uma revista semanal.

Até porque, segundo a psicóloga, que ficou conhecida pela sua participação no programa “Supernanny”, da SIC, e por também ter feito parte do painel de comentadores do reality show “Big Brother”, a exposição em excesso pode prejudicar os filhos. “Num contexto em que os pais são bloggers, os filhos não tiveram alternativas e foram muitas vezes exibidos desde sempre, muitas vezes a fazer publicidade a produtos. Posto isto, estas crianças já vivem num mundo bastante diferente. Por isso, certamente, irão considerar tudo isto como mais um ‘episódio’ da sua vida mediatizada. É preocupante que assim seja, uma vez que estão a crescer com uma visão algo deturbada da realidade“, referiu.

 

Psicóloga acusa A Pipoca Mais Doce de sacrificar intimidade dos filhos

 

No decorrer da sua análise cedida à TV Guia, Teresa Paula Marques afirmou ainda que A Pipoca Mais Doce utilizou a separação para ganhar dinheiro. “É preciso também ter em conta que a Ana Garcia Martins é uma blogger (e o ‘ex’ também), ou seja, vive de likes e de visualizações. Portanto, esta é uma maneira de fazer limonada, já que a vida lhe deu limões“, retorquiu.

E acrescentou: “O que se passa aqui é mais uma estratégia para ganhar dinheiro à custa da exposição da sua vida privada, ao mesmo tempo que consegue vingar-se do ex-marido e da rejeição/traição de que foi alvoColocando-se num papel de vítima, as pessoas vão passar a atacar o ex-marido. Aliás, ele já revelou que tem sido alvo de inúmeras mensagens de ódio nas redes sociais. Curiosamente, tanto ela como ele acabam por ganhar dinheiro com a polémica”.

O ódio “também é um negócio” e, de acordo com a profissional de saúde, foi usado por A Pipoca Mais Doce como estratégia. “É preciso termos em conta que o ódio é também um negócio bastante lucrativo. Este ex-casal de bloggers sabe muito bem que a polémica aumenta as audiências e, no mundo virtual, as visualizações traduzem-se em ganhos monetários. No final, ambos ganham com a polémica, ainda que pelo meio sacrifiquem a sua intimidade e a dos filhos. É um ‘preço’ a pagar, mas que certamente foi ponderado. Nada, nem ninguém aqui, é inocente, com exceção das crianças“, rematou Teresa Paula Marques.

É de recordar que Ana Garcia Martins perdeu recentemente o pai. É mãe de Mateus, de sete anos, e Benedita, de dois.

 

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Arquivo Impala, reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top