Papel Principal: Irene humilha a filha

Para dar uma prova de confiança a Lúcia, Irene sabota a peça de teatro da filha. Aurora confronta-a e a mãe, enraivecida, enfrenta-a e diz-lhe que ela não vale nada.

18 Mai 2024 | 15:30
-A +A

Em breve, Aurora (Carolina Carvalho) vai estrear a sua peça no teatro. Irene (Mafalda Vilhena), para provar a sua lealdade a Lúcia (Margarida Vila-Nova), decide boicotar a peça da filha contratando pessoas para criarem uma grande confusão durante a peça e vaiarem Aurora.

Entretanto, no gabinete, Lúcia dá uma pen a Irene e diz-lhe: “Tens aqui a vossa performance sexual, para recordação. Já apaguei tudo o que tinha no computador. A única pessoa que pode tornar público esse vosso filminho ridículo, és tu. Encara isto como uma prova de confiança.” A cúmplice agradece e frisa: “Para além de fazer de ti uma estrela nacional e internacional, eu vou reduzir a minha filha a pó. Vou destruí-la de tal maneira, que a Aurora nunca mais se vai levantar.” Neste momento, a atriz entra e ouve as palavras da mãe, questionando: “Foi por isso que compraste meia sala? Para boicotar a minha estreia?” Ao que Irene responde: “Arrependida estou eu de não ter comprado todos os bilhetes.” Aurora fica impressionada com a raiva da mãe e comenta: “Estás tão louca, tão descontrolada que vais acabar ou numa clínica ou numa prisão.” A atriz olha para Lúcia e acrescenta: “Eu sei o que valho.” A mãe enfrenta-a e diz: “ Não vales nada Achas-te a rainha dos valores e princípios, mas não hesitaste em humilhar e ridicularizar a tua família. As pessoas que te lançaram neste mundo.” Firme, a atriz encaminha-se para a porta, mas a mãe impede-a e acusa: “Sabes porque é que a tua peça não vai ser um sucesso? É simples, porque tu não tens talento. Porque é que achas que eu tive de mexer os cordelinhos para ficares naquele casting?A Lúcia tem talento um natural extraordinário, se ela tivesse ficado com aquele lugar, já estava em Hollywood há muitos anos.” Aurora, cada vez mais enervada, começa a sentir-se mal. A mãe aproxima-se e diz-lhe: “Porque é que achas que toda a vida te belisquei? Porque tu não tens energia, força, carisma, nada.” As tonturas de Aurora intensificam-se.

Texto: Neuza Silva (neuza.silva@impala.pt); 
Fotos: Divulgação SIC
PUB