“Partilhem esta mensagem”: Filipa Areosa e Cláudia Jacques vítimas do mesmo crime

Filipa Areosa e Cláudia Jacques foram alvo de piratas informáticos. A atriz já conseguiu recuperar o acesso da sua conta de Instagram, mas a segunda viu-se obrigada a criar um novo perfil.

07 Dez 2020 | 21:00
-A +A

Filipa Areosa e Cláudia Jacques foram vítimas do mesmo crime cibernético. A atriz e a relações-públicas viram as suas contas de Instagram invadidas por piratas informáticos, perdendo o acesso e o controlo das mesmas. A primeira já resolveu a situação, enquanto a segunda se viu obrigada a encontrar uma alternativa.

“O meu [perfil de] Instagram foi pirateado! Peço desculpa a todos os que sofreram as consequências desta situação. Já está tudo resolvido”, escreveu uma das protagonistas da série “O Clube”, que a SIC vai estrear, a 18 de dezembro, em exclusivo, na plataforma de streaming OPTO SIC.

Numa outra história do Instagram, Filipa Areosa escreveu, ironizando: “I’m back, bitches [‘De volta, cabras’]”.

Já Cláudia Jacques não teve outra opção que não criar um novo perfil naquela rede social. Pelo menos enquanto não recuperar o acesso da original. “A minha conta de Instagram foi pirateada por um hacker. Estou a tentar recuperá-la! Entretanto, tive de abrir esta nova conta para poder continuar em contacto com todos. Agradeço que partilhem esta mensagem”, pediu a relações-públicas.

 

 

Filipa Areosa mostra-se com lingerie ousada

 

Filipa Areosa vai vestir a pele de uma acompanhante de luxo em “O Clube” e partilhou nas redes sociais uma fotografia ousada, na qual surge em lingerie, provavelmente captada durante as gravações da série. Na imagem, a preto e branco, a atriz aparece com um cinto de ligas preto e escreveu como legenda: “Não sei se estão preparados para o que aí vem. Quase a estrear”.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Filipa Areosa (@pipareosa)

 

Os comentários foram mais do que muitos, com várias caras conhecidas a reagir. Sharam Diniz, que também entra na produção da SIC com um papel semelhante, escreveu “I’m ready” (em português, “Estou pronta”). José MataBárbara Lourenço e Fábia Rebordão também elogiaram Filipa Areosa.

 

Clube noturno no centro da ação de “O Clube”

 

A ação desta série dramática decorre na noite lisboeta, onde a sensualidade e o sexo se misturam com a política, a segurança, os negócios e o glamour. É num clube localizado no centro da capital, conhecido pelo luxo, mulheres extraordinárias, sensualidade, sofisticação e, sobretudo, confidencialidade, que tudo acontece. O espaço servirá de palco de uma guerra pelo poder na noite de Lisboa.

“Frequentado por políticos, empresários, artistas e jogadores de futebol, investe na exclusividade e no segredo. É um negócio familiar, gerido à antiga, que proporciona aos seus clientes o convívio com mulheres bonitas, sofisticadas, disponíveis e caras. Não é uma casa de alterne, não é um clube de sexo, mas são mais as vezes em que as raparigas saem com um cliente para um hotel de 5 estrelas e regressam a meio da noite, do que as noites em que apenas se dança“, pode ler-se na sinopse da série.

 

Elenco de luxo com Ljubomir Stanisic

 

Além de Filipa Areosa e Sharam Diniz, Sara Matos, Luana Piovani, Vera Kolodzig e Carolina Torres vão vestir a pele de prostitutas e parte das cenas foram gravadas no bar Elefante Branco, em Lisboa.

Algumas das atrizes já tinham partilhado algumas imagens, aquando da gravação do genérico. Do mesmo elenco fazem ainda parte João Baptista, José Raposo e Margarida Vila-NovaLjubomir Stanisic fará uma participação especial, dando vida ao russo Oleksandr Chernoff, irmão de Martina, a vilã principal da história, interpretada por Ana Cristina Oliveira.

 

Texto: Dúlio Silva e Patrícia Correia Branco; Fotos: reprodução redes sociais

 

 

PUB
Top