Passado de traições! Toy confessa que já foi infiel: «Não sou santo»

Toy esteve à conversa com os locutores da rádio MegaHits e fez confissões sobre a vida privada no que toca a traições. «Já traí», conta.

17 Out 2019 | 20:03
-A +A

Toy esteve esta quarta-feira, 16 de outubro, no programa Cala-te Boca, da Mega Hits, a responder a algumas questoes dos locutores e do público, quando o tema “Traições” veio à conversa.

«Já traíste e acreditas na traição?» foi a pergunta colocada pelo público, ao que o artista respondeu sem problemas.

«Já traí. Acho que a traição é uma coisa muito má . Aprendi com isso, não se deve fazer. Não ganhei nada com isso… », começa por responder, apressando-se a refazer a resposta, dizendo: «pensando bem, eu costumo dizer que não estou arrependido de nada do que fiz porque o que fiz de bem, ainda bem que o fiz, e o que fiz de mal foi bom para aprender a não voltar a fazer. A traição não é uma coisa bonita. Traí no meu primeiro relacionamento. Não sou santo.»

«Fazer sexo com outra pessoa com o consentimento do parceiro ou da parceira não é traição»

Aos locutores e ouvintes, o cantor acabou por dar a conhecer o seu ponto de vista, explicando que «a traição tem muitas vertentes».

«Por exemplo, fazer sexo com outra pessoa com o consentimento do parceiro ou da parceira não é traição. Gostar de outra pessoa ou desejar outra pessoa, sem partilhar isso com o parceiro ou a parceira, já pode ser traição. É muito relativo e muito subjetivo o que é atraiçoar ou deixar de atraiçoar», refere.

Com que artista português nunca farias uma colaboração e porquê?

Outra das perguntas, desta vez colocada pelos locutores, foi «Com que artista português nunca farias uma colaboração e porquê?». A resposta para Toy pareceu fácil.

«Nunca faria uma colaboração, por exemplo, posso dar dois exemplos, para já. Um seria a Maria Leal, outro seria o Zé Cabra. A Maria, não tenho nada contra a Maria, conheço pessoalmente a Maria Leal, é um ser humano que merece todo o respeito, mas que não me diz nada enquanto cantora. E o Zé Cabra também não, embora eu goste muito do Casimiro, acho-lhe muita piada», esclarece.

Leia também:

Adeus, lua de mel! Toy e Daniela perdem avião e ficam a ver Marraquexe por um canudo
Toy recorda mãe: «Ela partia-me vassouras nas costas porque eu era muito mau»

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR

PUB
Top