Pastor de anúncio “Tô Xim, é para mim” muda de sexo e fica irreconhecível!

Lembra-se do anúncio “Tô Xim, é para mim”, dos anos 90? O protagonista era um pastor… que agora virou mulher. Veja o incrível antes e depois!

02 Nov 2020 | 15:36
-A +A

João Vaz era o pastor que celebrizou a frase “Tô sim, é para mim” do anúncio Telecel (atualmente Vodafone), nos anos 90. Agora tem 54 anos e mudou de sexo. É atriz e antiga encenadora do grupo de teatro da Sociedade Filarmónica de Santo Estevão.

O ator, chama-se agora Maria João Vaz (antes tinha o nome de João Vaz). A revelação foi feita por Manuel Luís Goucha, esta manhã, (2), no Você na TV!. “Este homem chama-se João Vaz. Não posso dizer este homem porque, durante 54 anos, esteve preso no corpo errado. E hoje é uma mulher. Apoiada pela sua mulher e pelas filhas. É uma história de sucesso”, disse.

Maria João Vaz será o convidado de Fátima Lopes desta tarde, mas nós mostramos-lhe já a transformação.

Veja as imagens na galeria em cima

Numa entrevista ao jornal regional o Mirante, Maria João Vaz garantiu que nunca se sentiu bem no corpo que tinha como homem. “Sempre fui mulher, mas vivi acorrentada num corpo de homem”, diz.

Na mesma entrevista recorda a fase em que se escondia das filhas dentro do armário vestida de mulher, do preconceito e do processo lento num país onde a transição começa num hospital psiquiátrico.

O pastor da Telecel, agora Maria João Vaz desde sempre se sentiu diferente, embora não percebesse porquê nem ninguém lhe explicava a razão. Quando chegava a casa vestia as roupas da mãe e punha brincos . Desde cedo também que sofreu de bullying físico e verbal e era o irmão que o defendia.

Assumir que, afinal, queria ser mulher e mudar de sexo foi difícil, e só em 2018, aos 54 anos, depois de um casamento e três filhas, decidiu mudar de vida e iniciar o processo para se tornar mulher.

“Sou mais confiante assim. Sinto-me livre e feliz como nunca me senti em toda a minha vida. Sempre fui mulher, mas vivia fechada num corpo de homem”, diz.

Pastor vivia em Benavente

O eterno pastor do “Tô Xim?, É para mim” vivia em Santo Estêvão, Benavente, com o nome de João Vaz. “Quando olho para o passado vejo uma pessoa mais velha”, conta Maria João Vaz, revelando que tinha uma vida dupla: Como homem na presença da ex-mulher e das três filhas, e como mulher na sua ausência. “Bastaria entrarem em casa repentinamente para me encontrarem lá assim, como estou hoje”.

Maria João Vaz saiu à rua no novo corpo, em Maio, depois do confinamento. A atriz ainda não fez qualquer cirurgia, e a mudança que existe é resultado dos tratamentos hormonais que também fazem crescer as mamas, do corpo depilado e do rosto sem barba. “Tive uma segunda puberdade, mas feminina, no corpo e na mente. Ver o meu corpo mudar trouxe-me a felicidade permanente. Do lado de dentro fui sempre a mesma, mas agora vivo livremente”, afirma. Maria João Vaz assume que hoje já pode ir comprar roupa com a filha mais velha, de 27 anos, com quem vive em Lisboa.

A reação das filhas e ex-mulher

Maria João Vaz conta ainda como foi contar às filhas e a ex-mulher. Elas foram as primeiras a saber e só depois contou à restante família e amigos. “Houve aceitação e tentativas de compreensão (…) Sei que querem aceitar, mas é involuntário compararem-me ao que era no passado. Há partes de mim que não compreendem”, conta. O antigo pastor da Telecel admite que para as filhas será sempre o pai delas.

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Redes Sociais

PUB
Top