Pedro Crispim revela ataques de fãs de Rui Pedro e responde: “Aguenta que dói menos”

A assertividade que tem ao comentar o comportamento de Rui Pedro, fez com que Pedro Crispim fosse insultado e ameaçado pelos seguidores do concorrente.

05 Nov 2020 | 16:20
-A +A

Pedro Crispim não cede aos insultos e ameaças proferidos pelos fãs do concorrente do “Big Brother- A Revolução” Rui Pedro. O comentador fez até questão de esclarecer que continuará de pedra e cal no programa da TVI até lhe “apetecer”. “Aceita que dói menos”, afirmou no “Extra”, na madrugada desta quinta feira, 5 de novembro.

Questionado sobre os conflitos entre Pedro e Jéssica Fernandes, Pedro Crispim optou por responder mais tarde. Primeiro, um recado: “Essa pergunta é boa, mas…deixa-me mandar uma mensagem…”, começou por dizer Crispim.

“Um beijinho e um abraço apertado para os amigos e fãs de Rui Pedro”

“Quero mandar um beijinho lá para casa…”, anunciou para logo de seguida ser interrompido por Maria Botelho Moniz: “Então?”. O “Guru da Moda” prossegue: “Para os amigos e fãs do Rui Pedro, não é? Para mandar um beijinho e um abraço apertado assim valente e dizer que, enquanto a TVI me quiser aqui e enquanto me apetecer andar por aqui: aguenta que dói menos. Aceita que dói menos, portanto temos pena. Vamos continuar em frente”, endereçou Pedro Crispim, olhando de frente para a câmara.

“Portanto deixem-se lá de ameaças e de beijinhos…porque não gosto de beijinhos”, rematou o stylist. “Está tudo bem”, tentou amenizar a apresentadora, dando continuidade à tertúlia.

Na origem destes esclarecimento estão as ameaças e insultos que o comentador recebeu por parte dos fãs de Rui Pedro. A acompanhar a gala do “Big Brother” do passado domingo, 2 de novembro, foi na rede social Twitter que Pedro Crispim partilhou algumas das mensagens que recebeu dos admiradores do concorrente oriundo de Oliveira do Hospital. “Digam lá que eu não tenho jeito para fazer amigos”, ironizou.

Texto: Alexandre Oliveira Vaz Fotos: Reprodução Redes Sociais
Leia ainda:
Joana Diniz arrasa Pedro Crispim: “Mal-educado, malformado, desumano”

PUB
Top