Inspector e mulherengo: Pedro Hossi reforça elenco de Quer o Destino

Pedro Hossi reforça o elenco da novela da TVI Quer o Destino. O ator angolano está a fazer sucesso na pele do líder timorense, Xanana Gusmão, no filme Sérgio, que estreou recentemente na Netflix.

05 Mai 2020 | 18:50
-A +A

Os crimes são muitos na novela Quer o Destino, em breve, um inspetor da Policia Judiciária vai entrar ao serviço. Ele é António Machado, personagem interpretado por Pedro Hossi, um papel que o ator conhece bem, pois já na novela Valor da Vida, também na TVI, vestiu a pele de Carlos, um PJ.

Agora, na atual novela da TVI, o inspetor é irmão de Nuno (Diogo Lopes) – o advogado que se envolveu com Carla (Ana Sofia Martins) – e vai declarar guerra aos irmãos Santa Cruz, envolvidos em vários crimes. No seu foco vão estar Marcos (Pedro Teixeira) e Mateus (Pedro Sousa).  Além da sua dedicação à investigação, ele tem um lado mulherengo, mas as suas prediletas vão ser Patrícia (Leonor Seixas) e Maria (Mafalda Marafusta) As cenas de paixão serão intensas e prometem prender a atenção do público.

Um verdadeiro D.Juan

Numa das cenas, Patrícia vê Machado e fala-lhe de forma provocadora. Os dois fazem sexo e ela pergunta se o problema que ele tem na perna, de coxear, o afeta desde criança.«Foi em serviço. Ferido em ação», revela. A dona da pensão diz que deve ter sido uma bala, mas o inspetor diz que foi durante uma perseguição de carro e conta a história entusiasmado: «Foi uma Vaca grande e gorda. O carro partiu-se em dois. A vaca ali com o focinho atrás do meu banco e eu bati com a perna. Fiquei com o pé todo lixado e fiquei a coxear para sempre.»

Patrícia fica sem saber o que dizer a seguir e Machado acrescenta que ainda não apanhou o culpado. Esta não será a única relação do inspetor. Numa outra cena, os telespetadores vão poder ver Machado em ação com Maria. No quarto da pensão, a cantora entra, com algemas na mão, e diz que se meteu em problemas e que ele vai ter que a castigar. O inspetor fica agradado com a ousadia e os dois envolvem-se loucamente.

Na manhã seguinte, Patrícia pede desculpa por não ter ido ter com ele na noite anterior, mas Machado mente: «Deixe lá, rainha dos petiscos, eu arranjei com que me entreter. Estive a folhear o processo e a analisar tudo ao pormenor.» Maria entra e pisca-lhe o olho. Durante muito tempo, o inspetor vai andar envolvido com ambas em simultâneo, mas elas vão acabar por descobrir e Machado fica em maus lençóis.

Pedro Hossi é Xanana Gusmão em filme da Netflix

Além da sua participação na novela da TVI, o ator angolano continua a dar cartas em outros projetos. Pedro Hossi, interpreta o político timorense Xanana Gusmão, no filme Sérgio, que estreou recentemente na Neflix. A longa-metragem retrata a história de Sérgio Vieira Mello, diplomata brasileiro morto, aos 55 anos, durante um ataque terrorista à sede da ONU em Bagdade, em 2003. No elenco, destaca-se também o ator brasileiro Wagner Moura, como protagonista do filme e outro grande êxito da Netflix, Narcos.

«Foi uma experiência incrível, puder fazer parte deste tipo de narrativa ao lado de profissionais deste calibre. Homens como Sérgio Vieira de Mello são intemporais ,relevantes e importante serem estudados, talvez hoje mais do que nunca», diz-nos Pedro Hossi.

«Acho que vivemos uma crise de liderança a nível global, esta pandemia só veio mostrar o quão frágeis determinados governos são..Numa perspectiva diferente, trabalhar com o Wagner Moura era algo que ambicionava fazer, na minha opinião ele é indiscutivelmente um dos melhores atores da minha geração», acrescenta ainda o ator angolano.

Pedro Hossi nasceu em Angola, estudou nos Estados Unidos da América, onde o seu desempenho lhe valeu uma bolsa de estudos. Foi o primeiro estudante estrangeiro a receber o The Lee Strasberg Award of Merit, a mais alta distinção atribuída a um estudante por esta conceituada escola de cinema.

Texto: Neuza Silva; Fotos:Divulgação TVI e reprodução redes sociais

 

Veja mais:
Ator da TVI em filme internacional com protagonista da série NARCOS
Atores da TVI envolvidos em polémica

PUB
Top