Pedro Lima comemorava hoje 50 anos e planeava subir ao altar neste dia (EXCLUSIVO)

No ano em que completava 50 anos, o ator planeava trocar alianças com a “mulher da sua vida”. À TV 7 Dias, os amigos António Pedro Cerdeira e Joaquim Nicolau recordam o artista.

20 Abr 2021 | 11:10
-A +A

Pedro Lima morreu inesperadamente dia 20 de junho de 2020 e no próximo dia 20 de abril completava 50 anos. Pai de cinco filhos, João Francisco, Emma, Mia, Max, e Clara, fazia planos para se casar este ano com Anna Westerlund, e o ano de 2021 não foi escolhido ao acaso: “Todos os anos pensamos nisso, todos os anos falamos em casar, mas depois o tempo passa e adiamos ou porque nasce um filho, ou porque não há orçamento ou há algum trabalho importante que nos impede…”, disse o ator numa entrevista à revista Nova Gente pouco tempo antes de morrer.

“No próximo ano fazemos 20 anos de namoro e eu faço 50 anos, por isso era a altura ideal. Gostávamos de fazer uma festa com todos aqueles que são importantes na nossa vida.”, planeava. No dia 24 de junho de 2020 decorreram as cerimónias fúnebres do ator, numa cerimónia de homenagem no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais. Durante o seu discurso de Anna Westerlund tornou públicos os votos que tinha escrito para o casamento. Quando se juntam duas almas como as nossas, não precisamos de nenhum papel a prová-lo”, disse a ceramista. Foi o pai mais orgulhoso e dedicado que já conheci”, “O património afetivo enchia-lhe o peito de ar”, Tive a sorte de viver a mais bonita história de amor que alguma vez imaginei”, disse visivelmente emocionada. No final, Anna Westerlund garantiu que a “força” de Pedro Lima permanecerá consigo e que “a nossa história de amor vai durar para sempre.”

Teve uma vida multifacetada e deixou o seu cunho em diversas áreas. Mas, foi na ficção nacional que tocou o coração dos portugueses. Conhecido do público pelos papéis que desempenhou, Pedro Lima fez vários amigos nos diferentes projetos que abraçou. E foram alguns desses amigos que agora recordam o homem que “era vida e alegria”, como o define António Pedro Cerdeira, numa altura em que o malogrado artista estaria prestes a celebrar meia década de existência.

“O Pedro não tinha problemas alguma com a idade e ele era uma pessoa muito de datas, incluindo o aniversário ele fazia mesmo questão de comemorar e de juntar a família e os amigos. O Pedro era muito de datas e de as assinalar. Daí o choque [da sua morte] ter sido maior porque ele celebrava, ele era vida e alegria”, disse o ator que integra o elenco de A Serra, na SIC, referindo que quando os aniversários do seu amigo coincidiam numa altura em que ambos trabalhavam juntos o ambiente nos bastidores era uma festa: “Fazíamos uma festinha, cantávamos os parabéns e comprávamos um bolo. Bebíamos um shot de whisky ou qualquer coisa e convivíamos. O Pedro era muito estimado pelas equipas técnicas e havia sempre o cuidado de no final do dia brindarmos.” E pondera assinalar a data de alguma forma?: “Creio que não, todos nós temos vários trabalhos, continuamos a falar e ainda há dias falei com uma amiga em comum e é recordado muitas vezes. E eu sinceramente por um lado seria um gesto bonito, por outro não sei se seria de tristeza de estar a recordar alguém que teve um fim tão trágico. Ele está vivo todos os dias, penso muito no Pedro, às vezes quando passo num sítio onde estivemos juntos ou numa determinada situação. E eu acredito que as outras pessoas seja o mesmo.”

Leia mais na edição da TV 7 Dias, desta semana, já nas bancas.

TV 7 Dias

 

Texto: Telma Santos (telma.santos@impala.pt); Fotos: Arquivo Impala

Veja também:
Os sonhos de Pedro Lima: Estes eram os planos do ator para os seus 50 anos
Filho de Pedro Lima emociona no Dia do Pai:”Vais enviar-me uma estrela para dizer”

PUB
Top