Pedro Pé-Curto ‘apanhado’ por terapeuta de Casados: «Viu-me de cuecas!»

Pedro Pé-Curto esteve sob os olhares atentos dos portugueses durante a sua participação no programa Casados à Primeira Vista, da SIC.

22 Jan 2020 | 8:00
-A +A

O ex-marido de Liliana Oliveira foi um dos concorrentes mais falados, não só pelo seu casamento polémico, como também pelo seu lado mais romântico, que deixou muitas mulheres a suspirar.

O professor de Educação Física, de 40 anos, esteve à conversa com a TV 7 Dias e revelou pormenores sobre a relação com Soraia Araújo e quais os seus maiores segredos, incluindo o mistério que todos os portugueses querem saber: afinal, o Pedro é mesmo «pé curto?»

Clique no “play” do vídeo presente na nossa galeria e desvende todos os segredos!

 

«Cris Carvalho estava a chegar e viu-me de cuecas»

Pedro Pé-Curto revelou ainda à VIP quais foram os episódios mais marcantes de Casados à Primeira Vista e também contou como tem sido a sua vida depois da experiência.

Qual foi o momento mais caricato que viveu durante a experiência?

A perda da aliança na lua de mel marcou-me. Foi uma coisa caricata, mas altura fiquei um bocadinho assustado. No entanto, a situação mais caricata foi no Paintball. Estávamos a jogar, eu estava de calças de ganga e rasgaram-se todas, de cima a baixo, fiquei de cuecas à mostra. Foi um bocadinho desconcertante [risos]. A Cris Carvalho estava a chegar e viu-me de cuecas… Fiquei mesmo embaraçado.

Já passou por algum episódio especial com os fãs que o abordam na rua?

O mais engraçado e o que mais tenho gostado de sentir é quando vem das crianças. Outro dia, num corta-mato distrital, várias crianças me abordaram. Fui acompanhar os meus alunos e os miúdos das outras escolas vinham ter comigo para tirar fotografias. Isso é que é maravilhoso. Enche-me o coração como professor e como pessoa. Eles veem o melhor de mim e dão-me esse carinho.

Há alguma pessoa na experiência que o tenha marcado?

O Lucas. Tenho ali um amigo para a vida. Eu gostei de todos os meus colegas e dou-me bem com todos eles, mas a ter de dizer um nome, digo o Lucas. Foi a amizade que mais cresceu.

Os dois viveram relações complicadas durante a experiência. Acha que a compaixão e empatia por viverem situações semelhantes os aproximou?

Talvez, sim. Apoiámo-nos. Também somos os dois da Margem Sul, jogámos os dois Futsal… temos muita coisa em comum. Somos muito amigos, apesar de sermos muito diferentes. O Lucas tem uma personalidade muito diferente da minha. É mais impulsivo, mas também é mais assertivo, algo que eu deveria ter sido no programa. Mas sim, as semelhanças nas relações que tínhamos também nos uniu.

A Ana Raquel chegou a dizer que o Pedro era o homem com quem mais se identificava, que se tivesse de escolher um dos concorrentes o escolhia. Alguma vez sentiu interesse pela Ana Raquel?

Não! Senti que eu e a Ana Raquel, em termos dos estereótipos pré-definidos que tínhamos, preenchíamos os requisitos um do outro. Nesse sentido, houve essa empatia. A Ana Raquel é uma mulher bonita, interessante, mas não houve esse tipo de intenção.

Houve alguma concorrente, sem ser a Liliana, que o tenha chamado à atenção?

Não. Eu achei que todas elas tinham algo especial, são mulheres interessantes, com conteúdo. Mas como fiquei tão vidrado pela minha ex-mulher, a Liliana, tudo o resto era paisagem.

Se pudesse voltar atrás, mudava alguma coisa no seu percurso na experiência?

Não. Se estou assim hoje, com a pessoa com quem estou, foi porque este percurso me trouxe até aqui. Se voltasse atrás no tempo, voltaria a concorrer. Agora não faz sentido sequer pensar nisso porque estou com a Soraia.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: José Manuel Marques; Produção: Zita Lopes; Agradecimentos: Kontiki Bar, El Corte Inglès, Seaside, Springfield

 

Veja também:
Pedro Pé-Curto arrasa Liliana: «Bloqueei-a, não faço questão de manter contacto»
Liliana Oliveira reage a namoro de Pedro Pé-Curto e Soraia: «Que virem agricultores!»
Sorte ao jogo, azar no casamento! Levámos os ex-concorrentes de Casados à bola [vídeo]

 

 

PUB
Top