Pedro Soá acusa produção de o manipular e diz que passou fome no Big Brother 2020

Em entrevista à TV 7 Dias, Pedro Soá atira farpas a Hélder e Jéssica e faz críticas à produção do Big Brother 2020. «Está tudo muito mal organizado. Eu não me sentia seguro», afirma.

29 Mai 2020 | 18:50
-A +A

Pedro Soá foi expulso do Big Brother 2020 pouco mais de duas semanas depois da estreia do programa. Em entrevista à TV 7 Dias, o ex-concorrente garante que nunca teve intenção de agredir Teresa, diz que a ‘culpa’ do seu comportamento foi estar duas semanas em isolamento total no BB Zoom e ainda lança farpas à produção: diz que passou fome na casa, que nunca teve ajuda de um psicólogo e que não se sentia em segurança dentro da casa.

«O Zoom foi péssimo. Estamos num quarto com 20 m2, a televisão não funciona, não temos nada para fazer. São 17 dias assim! É horrível! A pessoa vai ao fundo, transforma-se», começa por dizer, como justificação aos comportamentos agressivos que teve dentro da casa e que levaram à sua expulsão.

Pedro Soá aponta o dedo à produção por nunca lhe ter disponibilizado um psicólogo, mesmo percebendo que este estava instável emocionalmente. «Houve uma vez no Zoom, mas onde eu precisei mais foi dentro da casa e não me foi oferecido. Não me lembro se pedi, mas nem devia ser preciso. Eles viam que eu não estava bem», diz, acrescentando ainda que, de todas as vezes que ameaçou sair – inclusive no dia em que discutiu com Teresa – lhe foi pedido para ficar: «Eles não queriam que eu saísse. A produção, por um lado, pedia-me para ter calma, mas por outro diziam ‘continue’, ‘faça’».

«Sinto que precisavam de mim, que me manipularam um bocadinho e que se aproveitaram de mim para muita coisa, porque viram que estava ali a pessoa indicada. Chegaram a dizer-me que havia atores principais e atores secundários e que eu era o ator principal», diz ainda. «A pessoa mais odiada é aquela que tem mais audiência, não é?».

«Eles [a produção] perceberam que eu dava audiências. Eu devo ter sido uma das pessoas mais faladas do país, eu não fui indiferente. Não vai haver outra pessoa como eu», diz ainda.

 

Pouca comida e falta de segurança

 

O ex-concorrente garante que tem muitas «bombas» para lançar e que o irá fazer aos poucos e, nesta entrevista, revela ainda outras ‘falhas’ do reality show: «Faltam alimentos. Eu cheguei a comer cascas de batata! São 18 pessoas dentro de uma casa com cento e poucos euros para uma semana…».

«Está tudo muito mal organizado. Andam pessoas à volta da casa, eu não me sentia seguro e disse isso no confessionário. Andam pessoas ali à volta e podem dar-me um tiro», afirma, fazendo nova acusação à produção: «Eu tomo comprimidos para as alergias e até isso me queriam tirar, porque sabiam que isso ia provocar mais ansiedade. A medicação foi-me retirada, depois eu pedi, depois queriam retirar outra vez e eu disse que não».

 

Críticas aos comentadores e porta aberta para um BB VIP

 

Assim que saiu do programa, Pedro Soá apercebeu-se da imagem negativa que criou junto do público e lamenta que assim tenha sido. E, quando confrontado com os comentários feitos por alguns comentadores do Big Brother, não lhes fica indiferente: «Principalmente uma pessoa… a Pipoca toda queimada».

«O Pedro Crispim é um galo, mas como sabe que agora há outro galo cá fora, encolheu-se. Gostava de os ter todos à minha frente, mas não vale a pena dar atenção às pessoas que não merecem atenção», afirma. «Há pessoas que precisam disto para viver… Se não vomitarem qualquer coisa…».

Apesar de tudo, Pedro garante que nunca se arrependeu de ter participado no BB. E deixa a porta aberta a uma eventual participação noutro reality show: «Gostava de participar num [BB] VIP, com pessoas mais maduras, mais educadas».

 

Parecido com Ricardo Araújo Pereira e Ljubomir Stanisic

 

Sobre a sua personalidade, Pedro Soá garante que não é nem nunca foi agressivo com ninguém. Define-se como um homem «inteligente, com argumentos» e diz que, nos últimos dias em que esteve na casa, quis liderar de forma a organizar a casa.

O ex-concorrente compara-se com duas personalidades do nosso país. «O Ricardo Araújo Pereira é uma pessoa extremamente inteligente e sabe colocar os pontos nos is. O Ljubomir [Stanisic], a personalidade dele… Eu identifico-me com os dois, um bocadinho de cada.»

«Passei muita coisa na vida. Acidentes, fiz uma tropa muito difícil, o meu pai tinha acabado de falecer, não tinha ninguém a apoiar-me. Passei fome, o meu pai era o único sustento da casa… Passei muitas dificuldades na vida e para chegar onde cheguei tive de lutar muito. Acredito muito em mim», afirma.

O ex-concorrente considera justa a sua expulsão, no entanto defende que, no programa, a produção devia ser mais permissiva, e dá como exemplo o caso de Hélder e Edmar: «Há um excesso de moralismo. Entre amigos, nós podemos falar de tudo, sobre tudo e fazer uma brincadeira. Ali não podemos dizer nada. Para nós sermos naturais, deviam deixar-nos falar à vontade e depois, no fim do programa, analisava-se tudo.»

 

A desilusão com Hélder e Jéssica e a opinião sobre Teresa

 

Em relação aos concorrentes que ficaram na casa, Soá não tem dúvidas. Hélder e Jéssica foram os que mais o desiludiram. «O Hélder foi a maior desilusão. Quando temos um amigo que faz uma asneira, não o abandonamos, não é?», diz.

Já sobre a amiga, a opinião também não é positiva: «Tenho muita pena pelo Pedro [Alves], mas a Jéssica tem muito andamento. Ela vem de Itália, já namorou com jogadores de futebol… Quando o Diogo tentou alertar o Pedro, eu não percebi, pensei que ele quisesse ter algum caso com ela, mas agora compreendo.»

Sobre Teresa, o ex-concorrente acredita que ela não vai chegar ao fim. «Ela quer mostrar-se, quer ser falada e quer ganhar. Mas, muitas vezes, levamos para lá um guião e o guião não serve para nada. Acho que ela não vai chegar ao fim, porque está a criar uma imagem negativa. Está sempre ao ataque», afirma, sublinhando, porém, que quer manter uma amizade com ela cá fora e que está disponível para conversar com Jorge, o marido de Teresa, sobre o que aconteceu: «No próprio dia, enviei-lhe um vídeo, através da produção, a pedir-lhe desculpa. Se ele quiser falar comigo, estou disponível».

 

VEJA TAMBÉM:
Edmar arrasa Pedro Soá: «Este homem é nojento. É um total idiota»

 

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotografias: Liliana Silva

 

 

ATENÇÃO!

Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
  1. aceda a www.lojadasrevistas.pt
  2. escolha a sua revista
  3. clique em COMPRAR ou ASSINAR
  4. clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA
  5. introduza os seus dados e escolha o método de pagamento
  6. pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB
Top