Pedro Teixeira reage às audiências do Dança: «Às vezes o público não corresponde»

Pedro Teixeira mostra-se insatisfeito perante os resultados das audiências da segunda gala de Dança Com As Estrelas, que teve metade dos telespectadores do que a Máscara, da SIC.

02 Mar 2020 | 11:25
-A +A

A gala final do programa apresentado por João Manzarra deu cabo – literamente – da concorrência no último domingo, dia 23 de fevereiro . A Máscara deixou para trás Dança com as Estrelas e Got Talent Portugal, arrecadando 1,4 milhões de telespectadores ( 31% de share)  enquanto que a segunda gala de Dança foi vista por apenas 720 mil telespectadores e registou 15,4% de share, menos 175 mil telespectadores do que na semana da estreia.

Perante desta derrota para a estação rival, Pedro Teixeira confessa à TV 7 Dias que ficou surpreendido ao ver os números, mas que nem isso o fez cruzar os braços. «Não estava à espera. Estávamos a ir contra a final de um programa que foi provavelmente dos mais vistos agora dos últimos tempos da SIC [ A Máscara]. Era difícil. Quando acaba uma gala eu penso que foi ótimo mas às vezes o público não corresponde. É muita coisa e nada em concreto».

O apresentador mostra-se mais confiante com esta terceira gala, garantindo que agora sim: o Dança voltou! «Espero que sejam bons resultados, estou satisfeito com o trabalho feito aqui hoje», refere.

«O arranque é sempre mais complicado»

 

«As estreias são sempre assim um bocadinho complicadas. Na segunda gala melhorámos um pouco, mas sentimos que ainda havia algumas coisas a corrigir. O segundo programa foi incrível. Não teve momentos mortos, teve momentos muito divertidos. O nível de dança cresceu bastante, não estava à espera que houvesse esta evolução nesta terceira gala. Eu próprio fiquei surpreendido», refere. «O problema ultimamente que tem acontecido é que começámos a ter conquistar público para o programa. Esse arranque é sempre mais complicado mas depois a coisa até se dá. Acabámos por ficar atrás, mas deixem ver o que vai acontecer.»

Apesar dos resultados serem sempre um incógnita, o apresentador que conduz o talent show ao lado de Rita Pereira espera «bons resultados». «O programa voltou com força, estávamos todos com a energia certa, os jurados com graça, a serem sérios quando tinham de ser, divertidos, tivemos bons convidados e prestações brilhantes de todos os concorrentes», remata.

Texto: Inês Borges e Ana Filipe Silveira/ Fotos: Tito Calado

 

Veja também:
Guerra aberta! Cristina Ferreira quer roubar; Pedro Teixeira para sua casa
Pedro Teixeira defende Jessica Athayde da onda de críticas: «Tem muito para nos dar»

 

 

PUB
Top