Peniche: Adolescente que mata irmã sofria violência do pai e da vítima

Crime ocorrido em Peniche está a chocar Portugal. Adolescente que mata irmã à facada sofria de violência por parte do pai e da jovem que perdeu a vida. “Perdi duas filhas”, diz a mãe.

15 Set 2023 | 8:01
Peniche: Adolescente que mata irmã sofria violência do pai e da vítima
-A +A

Com o passar das horas vão sendo conhecidos mais detalhes sobre o crime ocorrido em Peniche que está a chocar Portugal. Sabe-se agora, de acordo com informações avançadas pelo Correio da Manhã, que a adolescente de 16 anos que matou a irmã, de 19 à facada, tendo depois enterrado o corpo nas imediações da casa, era vítima de agressões da parte do pai e também da vítima mortal.

Leia ainda: Maddie McCann: Revelado pedido de Christian Brueckner, suspeito do desaparecimento

Escreve o diário que a jovem, que está detida, foi espancada pelo pai em maio deste anos, à porta da escola. O caso terá sido mesmo comunicado ao Ministério Público, sendo que a menor acabou por alterar a versão que inicialmente tinha relatado às autoridades. Refere a mesma publicação que a agressora estava sinalizada como sendo vítima de agressões por parte do pai e da irmã Lara.

É ainda mencionado que a adolescente dormiu vários dias com o cadáver da irmã debaixo da cama. As duas dividiam um quarto sem janelas, numa casa com poucas condições de higiene e na qual viviam diversos cães que nunca iam à rua. Por sua vez, a CMTV esteve à conversa com uma professora da autora confessa do assassinato, que dá conta de um “ambiente familiar terrível”. A docente chega mesmo a dizer que Lara tratava a irmã como se fosse sua dona. E que o telemóvel, que terá motivado o crime, era quase como o único escape da adolescente. Foi aos mesmos meios que a mãe das duas adolescentes falou. “Perdi duas filhas”, disse.

Crime choca Portugal

É uma história que está a deixar Portugal em choque. Uma adolescente de 16 anos matou a irmã, de 19, à facada. Tudo aconteceu em Peniche e, de acordo com informações avançadas pela TVI, o crime foi cometido dentro de casa. Sendo que a jovem acabou por transportar o corpo da irmã para fora da habitação, tendo enterrado o cadáver.

Jornalista Isabel Balado apalpada em direto

A adolescente, de 19 anos, estava dada como desaparecida desde 14 de agosto em Peniche. Agora, a irmã, e autora confessa do crime, foi detida por homicídio pela Polícia Judiciária de Leiria. A jovem confessou ter assassinado a irmã à facada no dia 15 de agosto. Ao que tudo indica, o crime terá ocorrido por causa de um telemóvel. A vítima terá escondido o aparelho, algo que a irmã não gostou. Como tal, terá desferido três golpes com uma faca na zona abdominal da vítima.

Crime terá sido motivado por causa de um telemóvel

As autoridades acreditam que a autora do crime terá atuado sozinha. Tanto no momento do crime como no transporte do corpo da irmã para um terreno baldio, localizado a poucos metros da casa da família, em Peniche. E no qual enterrou o cadáver da vítima. Desde 14 de agosto que as autoridades procuravam a jovem desaparecida. O corpo acabou por ser encontrado na noite de quarta-feira (13).

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Shutterstock
PUB