Perderam nos talent shows, venceram no Festival

Os vencedores das mais recentes edições do Festival da Canção têm algo em comum.

06 Mar 2018 | 17:09
-A +A

É quase um amuleto: cantor que é eliminado de um talent show, vencerá o Festival da Canção. Pelo menos, é o que tem acontecido nas duas últimas edições do certame da RTP…. e com resultados positivos.

Salvador e Luísa Sobral, ambos concorrentes em diferentes edições de «Ídolos» (SIC) não venceram o talent show… mas trouxeram para Portugal o primeiro troféu na Eurovisão, com «Amar pelos Dois», em 2017.

As vencedoras do Festival da Canção 2018, Cláudia Pascoal e Isaura Santos, têm percursos semelhantes. Mas… vamos por partes:

Cláudia Pascoal

Em 2015, participou na sexta edição de Ídolos, mas não ficou sequer entre os 12 finalistas. 

Também passou pela SIC Radical. Foi apresentadora do programa «Curto Circuito» entre 2015 e 2016. 

Em 2017, volta a tentar a sorte, desta vez na quinta edição de «The Voice Portugal», na RTP. É integrada na equipa de Áurea e chega até à penúltima gala, na qual foi eliminada.

Isaura Santos

A compositora de «O Jardim» experimentou pela primeira vez o gosto da fama em 2010, na quarta edição do talent show «Operação Triunfo (RTP). Foi eliminada na quinta gala. O vencedor dessa edição foi Jorge Roque. 

Luísa Sobral

A compositora da primeira música portuguesa a vencer o Festival da Eurovisão concorreu à primeira edição de «Ídolos». Estávamos em 2003 e Luísa Sobral tinha apenas 16 anos. Foi eliminada na oitava gala, tendo ficado em terceiro lugar. 

Salvador Sobral

Tal como a irmã, Salvador Sobral participou no talent show da SIC, «Ídolos», mas na terceira edição, em 2009. Tinha 19 anos e foi eliminado na quinta gala. O vencedor dessa edição foi Filipe Pinto.

 

PUB
Top