Pesadelo na Cozinha: e pela primeira vez… o INESPERADO aconteceu!

Ljubomir tem sido criticado pelos proprietários dos restaurantes que tem visitado com o Pesadelo na Cozinha. Desta vez, o chef passou pelo O Telheiro e conquistou o dono do estabelecimento.

02 Nov 2018 | 17:00
-A +A

O chef Ljubomir Stanisic costuma ser alvo de várias críticas por parte dos proprietários dos restaurantes que visita, que não ficam agradados com a imagem do negócio transmitida pela TVI. Mas, pela primeira vez, o famoso chefe está a receber rasgados elogios. Natália e Manuel Simões, proprietários do restaurante O Telheiro, e a filha, Marlene, estão encantados com Ljubomir e fazem questão de o dizer.

O Telheiro está na família há 25 anos, fica situado em Vieira de Leiria e foi o último a receber a visita do programa Pesadelo na Cozinha. Assim que chega, Ljubomir deteta os principais problemas. Apesar do restaurante estar limpo e a cozinha ser a mais bem equipada que visitou, o negócio não corre bem devido à organização e a qualidade da confeção dos pratos.  O uso de enlatados é também um grande problema.

Leia mais: Pesadelo na Cozinha: Ljubomir ENCONTRA O CAOS em Braga!

«Estávamos de consciência tranquila, não tínhamos nada a esconder»

Em conversa com a nossa equipa de reportagem, começam por garantir que o ambiente na cozinha, que antes parecia uma montanha russa, está mais «tranquilo» e destacam o aumento de clientela.
«O restaurante está a correr muito bem. Já está com mais sucesso, também por causa da curiosidade», começa por contar Manuel Simões. «Estávamos de consciência tranquila, não tínhamos nada a esconder. Gostei de trabalhar com o chef, aprende-se muito, muito. É uma excelente pessoa a ensinar, uma pessoa com muitos conhecimentos e então na questão de grelhados foi excecional», diz.

Quando a equipa de Pesadelo na Cozinha chegou deparou-se com uma ementa de mais de 90 pratos, algo que assustou o chef que a reduziu para apenas uma folha. Contudo, a equipa do Telheiro não seguiu o conselho e ainda apresenta 32 pratos, fora entradas e acompanhamentos. «Ainda vamos reduzir mais, não podemos estar a tirar tudo o que tínhamos ao cliente. O cliente hoje ainda nos pergunta por outros pratos».

Recorde: Pesadelo na Cozinha: Ljubomir considera O Telheiro com «confeção de qualidade duvidosa»»

«Foi uma experiência muito positiva», atira Marlene, que diz não ter nada a apontar à produção da TVI ou ao chef mais temido da televisão nacional. O restaurante vai estar fechado, porque Marlene vai ser operada, mas a reabertura está prevista para dezembro.

A nossa experiência

A equipa do site da VIP visitou o restaurante Telheiro e almoçou no estabelecimento nesta terça-feira, dia 30 de outubro. Sentámo-nos à mesa e fomos logo atendidos por Marlene que nos deixou entradas em cima da mesa sem serem pedidas (queijo, paté, azeitonas, tostas e pão). A sala estava limpa e arrumada e a filha do dono fez questão de explicar que estava a ver-se livre das tradicionais toalhas de papel, que tanto tinham desagradado o anfitrião do programa. De facto, metade da sala já tinha mesas com individuais.

O Telheiro não estava cheio, mas a sala estava preenchida com cerca de 14 mesas ocupadas, uma delas com um grupo grande. Assim que pegámos na carta, reparámos que ao invés da ementa de Lubomir, o restaurante tinha regressado ao encadernado com as micas de plástico. Em vez dos 98 pratos originais, número que assustou Ljubomir, são agora 32 pratos, fora entradas e acompanhamentos.

Espreite: Rafael Ribeiro sobre Pesadelo na Cozinha: «O Ljubomir HUMILHOU-SE a ele mesmo»

O nosso pedido foi Bife à Telheiro e Francesinha, cujos molhos não foram aprovados pela nossa equipa, apesar da garantia que «eram os do chef». A salsicha de lata, que tirou Ljubomir do sério, foi substituída por linguiça. Para sobremesa, uma serradura e um molotof com caramelo… artificial de pacote! Da montra de peixe fresco nem sinal, assim como das novas fardas.

Assista à reportagem.

Texto: Ricardina Batista; Fotos: Reprodução Redes Sociais  

 

PUB
Top