EXCLUSIVO! Pivô da TVI sofre «acidente aparatoso»: «O carro ficou todo rebentado»

Conceição Queiroz destruiu o carro ao embater noutra viatura no centro de Lisboa. Em exclusivo à TV 7 Dias, a jornalista conta como tudo aconteceu.

12 Jul 2019 | 22:50
-A +A

Conceição Queiroz, de 45 anos, não ganhou para o susto e tem perfeita noção de que «podia ter sido muito pior» a consequência do «aparatoso acidente» em que se viu envolvida em plena Avenida da Liberdade, no centro de Lisboa. O violento sinistro, «praticamente à porta de casa», deu-se na segunda-feira da semana passada, dia 1 de julho, e obrigou a jornalista a repousar em casa durante uma semana.

Em declarações exclusivas à TV 7 Dias, a conhecida pivô da TVI revela tudo o que aconteceu. «O embate foi forte. Já tinha adormecido uma vez ao volante na A1, mas aqui não teve nada a ver. Estava acordadíssima. Tive noção de que ia bater… Já não consegui travar», lamenta a jornalista, acrescentando: «É terrível saber e sentir que vou bater sem que nada consiga fazer porque o carro não reage. A minha estratégia é não entrar em pânico e segurar o volante, ou seja, não ‘abandonar’ o carro apesar do perigo.»

 

«Projetei o carro da frente»

 

Conceição Queiroz faz questão de sublinhar que «não estava distraída». O que aconteceu, resume, foi que «o carro da frente parou inesperadamente quando se acendeu o amarelo» do semáforo. «Eu não estava à espera. Avancei já sem conseguir travar e projetei o carro da frente uns bons metros. Quem vinha atrás de mim travou a fundo e a tempo. Podia ter sido um choque em cadeia», assume.

Não foi, mas o acidente obrigou a condutora da viatura que seguia à sua frente «a ir para o hospital». «Fê-lo pelos próprios meios. Disse que ia depois de preenchermos a declaração amigável. Eu fiquei à espera do reboque. Os polícias [dois agentes da PSP] empurraram o carro para o desviar do eixo central da Avenida e colocaram-no sobre o passeio», relata à TV 7 Dias. «Entretanto estou sem carro. Não andava. [Ficou] Todo rebentado… Mas escapei», suspira a jornalista.

Do sinistro resultaram, porém, várias mazelas físicas. «Bati com a cabeça… Fiquei cheia de dores nas costas e devo ter agravado uma tendinite no ombro esquerdo. Não foi uma coisa ligeira. Fiquei em casa uma semana. Não conseguia trabalhar. As dores no braço não me deixam conduzir, mesmo que pedisse temporariamente um carro emprestado.»

Entretanto, Conceição Queiroz regressou ao trabalho. «No fim de semana já consegui ir de táxi. O meu pai prefere que não volta a conduzir tão cedo, mas vivo no centro de Lisboa e trabalho em Queluz de Baixo. Pedi-lhe o carro emprestado enquanto o meu não se arranja. Vamos ver… Não dá para ir de táxi diariamente.»

 

«Soube claramente que ia adormecer»

 

O maior susto na estrada, como mencionou anteriormente, teve lugar na autoestrada que liga Lisboa ao Porto. «Era cerca de meia-noite», recorda Conceição Queiroz à TV 7 Dias. «Destruí o carro. A sorte é que os outros condutores não buzinaram, abrandaram. Prefiro não lembrar. Estava à espera de encontrar uma estação de serviço para encostar e, também aí, soube claramente que ia adormecer», lembra.

 

Siga-nos no Instagram!

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A TV 7 Dias desta semana já está nas bancas! #tv7dias #joseraposo #mariajoaoabreu

Uma publicação partilhada por Revista TV7DIAS (@tv7dias) a

 

VEJA TAMBÉM:
Irmãs de Conceição Queiroz obrigadas a «renascer das cinzar»: «Foi um terror»
Será uma nova língua? Conceição Queiroz apanhada em flagrante em direto
Diretor de Informação de volta à TVI após exaustão: «Não foram as audiências»

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: Impala, reprodução redes sociais e TVI

PUB
Top