Plural cria gabinete de apoio psicológico! Saiba tudo sobre a última cena de Pedro Lima

A TVI decidiu não passar as imagens já gravadas de Pedro Lima em Amar Demais. Depois da tragédia, colaboradores da Plural podem recorrer a ajuda psicológica, o que já acontece na rival SP Televisão.

02 Jul 2020 | 22:50
-A +A

A TVI e a sua produtora de novelas, Plural Entertainment Portugal, já encontraram o nome que vai substituir Pedro Lima na próxima novela: Amar Demais. Ricardo Carriço, o padrinho da ficção do ator, foi convidado para gravar a personagem desde o início, o que viu como uma forma de homenagear o falecido amigo.

Desta forma, Ricardo Carriço regressa aos ecrãs do canal de Queluz de Baixo. Mais de dez anos depois, vai vestir a pele de Gabriel, um ministro corrupto – personagem a que Pedro Lima dedicou as últimas horas de vida. Agora, esse trabalho nunca vai ser visto.

Pedro Lima já estava a gravar há alguns meses, mas o problema é que não tinham imagens suficientes do início da personagem. A TV 7 Dias sabe que no último dia em que pisou os estúdios da Plural «contracenou com Susana Arrais, que veste a pele de Elvira, e com Fernanda Serrano, a Vanda da trama», confidencia uma fonte ligada à produtora.

 

«Por favor, alguém me pode ajudar?»

 

Após a tragédia que aconteceu a Pedro Lima, uma colaboradora resolveu dar voz à revolta e ao desespero dos trabalhadores da Plural e escreveu um longo texto a que a TV 7 Dias teve acesso: «…e quando a depressão é por causa do que se passa no local de trabalho? E quando percebemos que é um sentimento geral de todos os nossos colegas? (…) ‘és paga para trabalhar, não para pensar’ (…) Por favor, alguém me pode ajudar? Por favor, ajudem-me, a mim e aos meus colegas.»

Causado por este alerta ou não, a Media Capital criou um gabinete de apoio para a Plural, para evitar que episódios trágicos como o de Pedro Lima se repitam, uma decisão que a rival SP Televisão já tinha tomado em meados do mês de março.

Em declarações à TV 7 Dias, Helena Forjaz, Diretora de Marketing e Comunicação da Media Capital, explica que esta medida já estava em andamento antes da morte de Pedro Lima. «Estávamos a ver como poderia ser implementado, uma vez que se trata de uma matéria sensível», revela, dizendo igualmente que esta medida se aplica à Plural por ser a «a empresa mais afetada do grupo com a pandemia».

Até ao momento, ainda não é palpável o alcance deste apoio, mas Helena Forjaz revela que, «por ser matéria sensível, é normal que as pessoas não se manifestem». «Mas já tivemos feedback de algumas pessoas que se mostraram agradadas com a medida.»

Na edição desta semana da TV 7 Dias, saiba todos os pormenores sobre a última e outras cenas que Pedro Lima deixou gravadas e que não vão ser usadas. Contamos-lhe também de que forma Ricardo Carriço marcou a vida do falecido ator e revelamos na integra o e-mail que a Media Capital enviou aos seus colaboradores.

 

A TV 7 Dias chega às bancas e à Loja das Revistas esta sexta-feira. Não perca!

 

TV 7 Dias

 

Texto: Luís Correia (luis.correia@impala.pt) e Tânia Pereira Dias (tania.dias@impala.pt)
Fotografias: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top