“Pobres crianças”: Ruth Marlene é criticada por causa do cabelo das filhas e passa-se

Ruth Marlene recebeu uma chuva de críticas por causa do cabelo das filhas. A cantora não gostou do que ouviu e não foi meiga com as palavras.

01 Fev 2022 | 16:45
-A +A

Ruth Marlene mostrou-se aos fãs com o cabelo cor-de-rosa. E, tal como a mãe, também as filhas Morgana e Luna, de oito e seis anos respetivamente, foram ao cabeleireiro. As pequenas surgiram, mais tarde, com o cabelo colorido e os internautas criticaram duramente a cantora por pintar o cabelo às meninas. Contudo tudo não passou de uma coloração que sai rapidamente com as lavagens.

“Pintar o cabelo às filhas tão pequenas? Horrível”, “Pobres crianças”, “Muito mau mesmo”, “Está péssima”, “Para além de terem ganho 10 anos em cima, começam por estragar o cabelo muito cedo. “Acho ridículo pintar o cabelo às crianças”, escreveram.

Ruth Marlene fez questão de explicar que a cor é apenas temporária e deixou um recado aos críticos. “O champô sai com as lavagens. Não entendo tanta maldade”, disse.

Já através de um vídeo, a artista lamentou a maldade das pessoas – que a acusam de estar diferente – e deixou bem claro que não admite que falem das suas filhas. “Claro que estou diferente do pisca-pisca, já lá vão muitos anos, tinha 17, agora sou quarentona. Estou triste sim, triste por saber que existe maldade no mundo. Não sou fraca não, já sobrevivi a coisas bem piores do que a maldade do ser humano mas não falem das minhas filhas, isso eu não admito”, garantiu.

“E hoje mudei novamente de visual como vocês podem ver. O champô lava tudo, só não lava a má língua. Amem-se mais”, rematou.

Já nas redes sociais, houve quem saísse em sua defesa. “As pessoas são mesmo mal formadas, tanta coisa em uma coloração que sai em meia dúzia de lavagens e não tem químicos”, “As pessoas são tão más. Só pode ser inveja ou não ter nada para fazer a não ser destilar veneno”, ” Acho verdadeiramente incrível a forma como as pessaos destilam o seu veneno, precisa-se urgentemente de mais compaixão, compreensão e sobretudo mais amor pelo próximo”, lê-se.

 

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram 
PUB