POLÉMICA: Programa «5 Para A Meia Noite» ACUSADO de RACISMO

‘Sketch’ humorístico em que Eduardo Madeira interpreta a tenista Serena Williams está a gerar polémica na internet.

01 Out 2018 | 21:40
-A +A

O último programa do 5 Para a Meia Noite, emitido esta quinta-feira, dia 27 de setembro, está a dar que falar…pelos piores motivos!

Nos habituais momentos humorísticos do programa apresentado por Filomena Cautela, o ator Eduardo Madeira interpretou a tenista Serena Williams. O humorista satirizou um dos assuntos da atualidade que envolve o episódio em que a tenista norte-americana chamou «ladrão» a Carlos Ramos, árbitro português, na final do US Open. Na altura, Serena elegou sexismo e racismo no ténis e no desporto em geral.

Eduardo satirizou a personagem de uma maneira agressiva, fazendo constantemente ameaças de violência.

O sketch dividiu as opiniões do público e houve mesmo quem se sentisse ofendido, acusando o programa de fomentar o racismo, de promover o preconceito contra os afro-americanos e contra a luta pela igualdade de género no geral.

O facto de um ator causasiano ter interpretado uma personagem de cor negra chocou os telespectadores, que relembraram o movimento Black Face,  prática teatral bastante popular no século XIX em que os atores pintavam a carvão para representar personagens afro-americanos de forma exagerada.

«Parabéns pela coragem, porque noção não tiveram»

 

Na página oficial de Instagram do 5 Para a Meia Noite, é possível ler centenas de comentários de revolta que desencadearam uma enorme discussão pública.

Eis alguns dos comentários mais frequentes:

«Que nojento fazerem isto. Não tem piada nenhuma fazerem Black Face e ainda este povo ri-se como se não fosse nada. Tenham vergonha nessas vossas caras e ganhem juízo»

«Black face em pleno 2018. Uau! Parabéns pela coragem, porque noção não tiveram»

«Usar caracterização racista nomeadamente Black Face (além de misogena) para fazer humor é só o espelho de uma sociedade e país ignorante, caracterizado pela acefalia pós ditadura. É triste saber o quão ignorantes somos e o quão ignorantes queremos ser ao permitir isto e achar que isto é liberdade de expressão em 2018. Triste»

«Chamam esta m*rda comédia»

«Em pleno 2018 a RTP tem a coragem de aceitar este tipo conteúdo onde o tom de racismo é explícito camuflado como comédia ? Estou desapontada pensei que a RTP tivesse alguma classe pois é uma televisão pública»

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A Serena Williams veio ao 5 com vontade de partir tudo!!! 😱 #5meianoite #rtp

Uma publicação partilhada por 5 Para a Meia-Noite (@5meianoite) a

 

Conguito revoltado: « Existe uma luta pela igualdade e pelo respeito na qual eu e milhares de pessoas lutamos todos os dias»

 

Conguito, conhecido por apresentar as manhãs da Megahits, foi uma das figuras públicas que reagiu publicamente a este escândalo.

Na sua conta pessoal do Twitter, o animador de rádio não ficou indiferente a esta polémica e partilhou alguns tweets onde demonstrou o seu desagrado com o programa da RTP. « Estamos em setembro de 2018, existe uma luta pela igualdade e pelo respeito na qual eu e milhares de pessoas lutamos todos os dias (…)Na próxima vez que tentarem fazer humor com uma pessoa preta ou uma mulher, tentem fazê-lo com respeito e inteligência», escreveu.

wewe

sdsd

RTP já reagiu

Contactada pelo site da TV7dias, a RTP reagiu a estas acusações.

«O 5 Para a Meia-Noite já exibiu centenas de sketches de humor, com total liberdade de expressão e é contra qualquer forma de discriminação», refere.

Fotos: Arquivo Impala e DR
PUB
Top