Polícia compara ADN de Zé do Pipo com cadáver encontrado em praia

Com um corpo encontrado numa praia de Mafra, as autoridades compararam o seu ADN com o de Zé do Pipo, desaparecido desde novembro de 2018.

18 Jan 2020 | 13:01
-A +A

O Ministério Público e a Polícia Marítima recorreram a testes de ADN para apurar se um corpo encontrado em avançado estado de decomposição numa praia do concelho de Mafra pode pertencer a Zé do Pipo. Desta forma, o Ministério Público insiste em apurar mais pormenores e testemunhos no caso do desaparecimento do cantor, de 40 anos, que foi visto pela última vez de 5 para 6 de novembro de 2018, em Peniche.

A Procuradoria-Geral da República já confirmou que «foi determinada a realização de um exame pericial para comparação do ADN recolhido ao cadáver encontrado» a 20 de novembro de 2019 na praia da Calada, na Encarnação, Mafra. Foi também, segundo o Correio da Manhã, que avança a notícia, recolhido ADN dos familiares do artista.

Luís Martins era o agente do cantor. Contactado pelo site da revista Maria, garantiu não saber de nada.

 

Telemóvel deu sinal após desaparecimento

 

Nome artístico de Nuno Batista, Zé do Pipo desapareceu em novembro de 2018, junto à praia de Peniche, onde foram encontrados a viatura e os seus documentos. As buscas pelo artista terminaram e nunca se chegou a saber o que realmente aconteceu ao cantor.

O processo em tribunal descreve que Zé do Pipo saiu de sua casa, na aldeia do Vau, em Óbidos, pelas 14 horas do dia 5 de novembro. Terá dito à mulher que ia ao banco e à farmácia e, a seguir, nunca mais ninguém soube do seu paradeiro. Duas horas depois, a mulher ligou-lhe, mas o aparelho já estava desligado. A família começou a procurá-lo, primeiro em Óbidos, onde vivia, e depois em Peniche, na zona onde moram os pais.

Na madrugada desse dia, o pai do artista ainda ganhou esperança em abraçar o filho quando o telemóvel de Nuno Batista deu sinal. No entanto, as mensagens e as chamadas enviadas não obtiveram qualquer resposta. Até hoje.

 

VEJA TAMBÉM:
Zé do Pipo está de regresso… mas desta vez em mulher!
Pai de Zé do Pipo só acredita no suicídio do filho: «Não há réstias de esperança»
Mulher de Zé do Pipo lucra com músicas com o substituto do marido

 

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotografias: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top