Pornografia infantil: Ator declara-se culpado

Ator muito acarinhado pelo público mais jovem assumiu a posse de pornografia infantil

05 Out 2017 | 14:53
-A +A

Mark Salling, de 35 anos, declarou-se culpado nas acusações de posse de pornografia infantil. O julgamento decorreu esta terça-feira, dia 3 de outubro. A setença final poderá ir até aos sete anos de prisão, já que o ator assumiu a culpa, escapando aos possíveis 20 anos de cadeia, segundo o site Deadline. Ao assumir a culpa, Mark evitou ser vigiado, para o resto da vida, pela supervisão da justiça norte-americana.

“Eu sou culpado das acusações”, afirmou o artista após chegar a um acordo com o responsável pelo caso.
O mesmo contrato determina que Mark Salling seja vigiado, durante 20 anos, após sair da prisão. Além disso, terá de se registar como agressor sexual. Contudo, o acordo terá de ser, agora, aprovado pelo juíz que está a cuidar do caso.

“O acusado possuía conscientemente materiais que sabia conterem imagens de menores de idade em condutas sexuais explícitas”, lê-se no contrato assinado pelo artista.
O ator foi acusado formalmente de posse de pornografia infantil em maio de 2016. Segundo o mesmo site, Mark teria o material no computador e numa pen drive. 

Mark Salling ficou conhecido na série juvenil Glee, entre 2009 e 2015, como Noah “Puck” Puckerman.

Leia mais notícias em destaque

PUB
Top