Português com coronavírus já foi medicado e vai ser transferido para hospital

Adriano Maranhão, o primeiro português diagnosticado com coronavírus, deverá ser transferido esta terça-feira para uma unidade hospitalar. Mulher afirma que estado de saúde do marido piorou.

24 Fev 2020 | 11:45
-A +A

Adriano Maranhão, o primeiro português contagiado pelo coronavírus, deverá ser hospitalizado esta terça-feira. A mulher do português, retido a bordo do Diamond Princess, avançou ao JN que o marido foi visto por um médico e que deverá ser retirado do navio esta terça-feira, 25 de fevereiro.

«O Adriano está a ser visto por um médico, que subiu a bordo hoje. Disseram-lhe que o vão tirar de lá e que vai ser internado, no máximo amanhã à tarde», contou a mulher de Adriano Maranhão, ressalvando, no entanto, que estas informações são «contraditórias».

Emannuelle Maranhão diz que o estado anímico do marido tem vindo a piorar. «Ele já não sabe mais o que fazer. Quando falei com ele já o senti a desistir», conta.

«Ele está a adoecer cada vez mais sozinho»

Na noite do passado domingo, a mulher de Adriano recorreu ao Facebook para atualizar o estado de saúde do marido. «Não entendo como após estes dois dias a tentar falar com Deus e o mundo, ele está a adoecer cada vez mais sozinho, naquela cabine, sem apoio da embaixada portuguesa, sem apoio dos escritórios da Princess Cruises. Eu aqui, a mandar e-mails para todos que encontro online e nada», lamenta a mulher, mostrando-se desesperada pela situação.

«Estou a desesperar porque ainda não consigo chegar à Princess Cruises, ainda não consegui colocar o meu marido num hospital, por favor isto é surreal, ele está febril, pior, abatido, sozinho e mais doente», pode ler-se.. «Não existe uma alma que possa transportar o meu marido para uma entidade hospitalar», questiona. «Ele está pior e ninguém vê isso…ele pode morrer e ninguém estará lá…ele está sozinho a sofrer e nada», sublinha.

 

Texto: Joana Ferreira e Raquel Costa | Fotos: redes sociais

 

Veja mais:
Coronavírus: mulher de português infetado diz que situação é «cada vez mais desesperante»
Com medo de Coronavírus? Não veja este documentário da Netflix!

 

PUB
Top