Presidente da Liga dos Bombeiros denuncia mortes em filas de ambulâncias nos hospitais

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, revela que já morreram pessoas à espera para serem atendidas nas urgências e aponta falhas nos serviços sociais dos hospitais.

06 Fev 2021 | 15:10
-A +A

As filas intermináveis à porta dos hospitais têm sido manchete em vários jornais e aberturas de telejornais há largos dias. A pandemia de COVID-19 tem vindo a esgotar os poucos recursos de saúde existentes e o cenário está à vista de todos. Em entrevista à TV 7 Dias, Jaime Marta Soares, o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, explica que, devido às longas filas à porta dos hospitais, “já há pelo menos três casos que faleceram dentro das próprias ambulâncias que nada pudemos fazer para o evitar”.

E admite que nunca imaginou “que tal coisa pudesse ser possível”. “Mas tenho muito orgulho nos bombeiros portugueses, porque estão a dar tudo para que esta dramática situação não seja tão dura e dramática como poderia ter sido”, refere o dirigente da Liga dos Bombeiros Portugueses.

Nesta entrevista, Jaime Marta Soares fala ainda das falhas nos serviços sociais dos hospitais e aponta críticas às pessoas não prioritárias que estão a ser vacinadas.

 

Leia todas as declarações do presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses na edição desta semana da TV 7 Dias. Já nas bancas!

 

TV 7 Dias

 

Texto: Carla Ventura; Fotos: D.R.

PUB
Top