Saiba quem foi a primeira pessoa com quem Joana quis falar fora da Casa

Joana ficou com o segundo lugar.

28 Mai 2018 | 12:34
-A +A

Joana falou com o site da TV 7 Dias no final da Gala da Casa Dos Segredos 7, este domingo, dia 27 de maio, e revelou alguns pormenores da sua vida, já antes abordados na casa. Relativamente ao seu segundo lugar no jogo dos segredos, Joana foi clara: «Eu nao estava à espera de ganhar, muito honestamente, nem à espera de chegar ao segundo lugar. Eu lá dentro já estava a festejar o segundo lugar esta noite, para mim já ganhei», contou.

Quanto a Nuno, Joana não está preocupada, ela estava a começar a «apaixonar-se», mas passou. Na altura, «só Deus sabe o que me custou», disse. A finalista não chorou, nem se fez de «coitadinha», Joana teve de ser «forte» e, segundo a mesma, muitas pessoas disseram que a jovem ganhou o passaporte para a final por causa da situação que aconteceu com Nuno. «Por isso imaginem se eu tivesse chorado…», desabafou.

«A primeira pessoa com quem queria falar era com a minha mãe»

A ex-concorrente ficou contente de ver a mãe. Joana e a progenitora têm uma relação distante, mas a jovem não estava à espera que «custasse tanto» estar na casa e teve «medo». Sentiu saudades da irmã Carla, mas não foi difícil estar fechada durante três meses, mesmo perdendo a noção do tempo.

Joana é fruto de uma traição, mas confessa que «não sofre» com isso. «Vivi com isso sem problemas e como não cresci com eles, não sofri», revelou.

«A primeira pessoa com quem queria falar era com a minha mãe e saber se ela estava bem ou não. Ela sabia qual era o segredo e o meu medo era saber se ela estava a ser massacrada», revelou.

«A primeira noite na casa chorei muito e senti medo»

Joana sentiu «medo» quando entrou na casa porque nessa mesma noite arrependeu-se do segredo que escolheu. Na primeira noite chorei porque senti medo e arrependi-me do meu segredo», confessou.

Relativamente ao pai, a jovem é clara. Segundo Joana, o progenitor nunca ponderou assumi-la e nunca houve uma relação de proximidade. «Eu queria uma ação da parte dele quando nasci e não existiu. Eu nunca o chamei de pai», disse.

Joana admite ter sido uma «estupidez» ter chorado no dia do pai. «Foi um erro no meu jogo. Estava sempre a falar da nossa ótima relacão e queria jogar com o meu segredo, alimentar uma mentira, e no dia do pai chorei imenso», contou.

A finalista contou com o segundo lugar e ganhou 800 euros. Joana ganhou, também, uma pessoa especial. João é um rapaz que «quer conhecer melhor fora da casa». «O João é um homem muito bonito e tem uma forma de ser muito especial», terminou.

Fotos: Marco Fonseca

PUB
Top