Primeiro casal de “O Triângulo”? Isa Oliveira cúmplice na cama com Domingos

Isa Oliveira está cada vez mais próxima de Domingos Terra n’”O Triângulo”. Os concorrentes até já dormem juntos, mas os comentadores acreditam que possa “ser jogo” por parte da jovem.

07 Mar 2023 | 13:00
-A +A

Isa Oliveira e Domingos Terra são apontados como o primeiro possível casal de “O Triângulo”. Os concorrentes até já partilham a cama e têm-se mostrado muito cúmplices nos últimos dias. Esta aproximação foi analisada no “Extra” desta segunda-feira e Flávio Furtado considera que não passa de jogo por parte de Isa, que é uma das cinco nomeada desta semana.

A Isa está naquele estado porque foi à água fria ou foi porque está nomeada”, começa por dizer o comentador. Inês Simões partilha da mesma opinião: “Mas tem-se aproximado do Domingos, não sei se é por estar nomeada”. 

Flávio mostra carinho pelo concorrente e quer que ele encontre o seu “chinelo”: “Aqui vou torcer para que o Domingos encontre o seu chinelo, eu gosto do miúdo”. Teresa Silva, também comentadora, analisa que desde o primeiro dia que “viu” ali “qualquer coisa entre eles”: “Via a Isa muito chegadinha ao Domingos”.

Isa Oliveira confessa: “Apetecia-me partir tudo”

A concorrente ficou chateada no final da última gala de “O Triângulo” e desabafou com a amiga Mariana Duarte.”Ontem não me apetecia falar com ninguém digo-te mesmo. Ontem cheguei a um momento que não me apetecia ver ninguém à frente. E tu metes isso na cabeça, começas a ir a baixo, ir a baixo… e depois para te recompores é f*dido“ começa por dizer.

Porque não tens os teus aqui, tu vais acabar por falar com pessoas e ligar-te a pessoas que vão mais de encontro ao que tu gostas. É isso que temos que fazer. Não somos obrigados a falar com toda a gente. Somos obrigados a sermos civilizados”, acrescenta.

A jovem assume ainda que teve vontade de “partir tudo”, mas que acabou por “chorar” apenas: “Ontem das coisas que fiz melhor foi chorar, porque eu estava muito… Ontem apetecia-me partir tudo, apetecia-me mandar esta casa ao ar. E para ficar calma, tive que chorar”. 

Veja também: “A vaca marrou-a”: O chocante relato de Domingos da morte da mãe e as últimas palavras

Texto: Inês Borges; Fotos: DR

PUB