Prisioneira: Tomé apanha a mulher com o pai na cama!

Saiba tudo sobre os principais acontecimentos do episódio desta quarta-feira, dia 12 de fevereiro, da novela da TVI Prisioneira.

12 Fev 2020 | 16:40
-A +A

Fredy vai ter com Murilo e diz-lhe que só o ajuda a fugir se ele lhe disser onde está Glória, e quem é o responsável pelo rapto. Margarida informa Leila que não pode continuar a ser sua advogada e esta acusa-a de querer conquistar Diogo e deseja-lhe boa sorte.

Leila fica feliz por Jamal estar a recuperar e fica surpreendida quando Eduardo lhe diz que Samira vai poder aguardar o julgamento em liberdade. Eduardo diz a Leila ter ficado igualmente surpreendido com a decisão do juiz. Leila confirma que os inspetores suspeitam que Jamal é o autor do mandato do duplo homicídio e que Samira para protegê-lo, tentou silenciar Fátima e Leila, e pedem a colaboração dela.

Mário confessa a Leonor que nunca esteve a trabalhar num escritório de advogados, mas sim a conduzir um carro de aluguer e, no momento em que ele se prepara para sair, envolvem-se loucamente. Tomé vai a casa de Leonor e encontra-a de roupão, na companhia de Mário. Os dois começam a discutir e à pancada, e Leonor consegue, por fim, expulsar Tomé. No meio da confusão Tomé deixou cair o telemóvel, e Mário compromete-se a entregá-lo a Graça.

Fredy e Vítor chegam à conclusão que por dinheiro Tomé pode raptar Glória e decidem começar a vigiá-lo. Mário consulta o telemóvel de Tomé e depara-se com o vídeo de Glória em cativeiro.

Maleeka é recebida por Sílvio e desabafa a tristeza que sente por ter perdido o filho pela segunda vez. Em Al-Aradhi, Fahad diz que Sahid pode começar a trabalhar no hotel e ele comenta que assim vai poder pagar o que deve a Helena e fechar para sempre o seu passado. Sílvio diz para Maleeka se aconselhar com Cecília para arranjarem a melhor forma de contarem a Helena que Sahid não é seu neto.

Samira é libertada e diz a Eduardo que logo que Jamal tiver alta, vai tirá-lo do país, para não correr o risco que ele sofra um novo ataque.

Graça está arranjada para ir jantar com Eduardo, quando chega Mário que quer falar com ela sobre Tomé. Vítor e Fredy chegam ao bar que Tomé costuma frequentar, e esperam que este apareça. Mário mostra o vídeo do telemóvel de Tomé a Graça e ela anui que vai falar com o filho e cancela o jantar com Eduardo.

Tomé pede ao empregado para fazer uma chamada e Vítor e Fredy do sítio onde estão escondidos, não conseguem ouvir a conversa. Tomé levanta-se para ir embora, quando aparecem Graça e Mário. Eduardo ao ver Graça na companhia de Mário desiste de tentar perceber o que se passou, para ela não ter ido jantar com ele, e sai. Tomé ao ver-se confrontado com o vídeo de Glória em cativeiro, nega saber o seja sobre o rapto e muda de assunto acusando o pai de ter sido apanhado de calças na mão com Leonor.

 

Recorde aqui o que aconteceu no episódio anterior de Prisioneira.

 

Texto e fotografias: TVI

PUB
Top