“Problemas de autoestima”: Guerra entre Gabriela Barros e ex-moranguita reacende

Gabriela Barros viu o seu nome ser novamente ligado à guerra com a também ex-moranguita Sofia Baltar. Segundo esta, a primeira atriz tem “problemas de autoestima”…

14 Out 2021 | 15:20
-A +A

Gabriela Barros voltou a ser tema de conversa na página de Instagram de Sofia Baltar. A ex-moranguita respondeu a várias perguntas de fãs e acabou por afirmar que aquela que foi protagonista da oitava edição da série da TVI “Morangos com Açúcar” tem “problemas de autoestima”.

Esta resposta (que pode ver na nossa galeria) veio no seguimento de uma questão colocada por um internauta, que perguntou a Sofia Baltar a razão por que Gabriela Barros nunca tinha gostado dela. Recorde-se que as duas contracenaram na série juvenil em 2010 e faziam de melhores amigas.

A má relação entre as duas foi tornada pública em 2018, quando Gabriela Barros revelou na rubrica “Cala-te Boca”, da rádio Mega Hits, que detestou trabalhar com a colega. “Foi infernal… horrível (…) Eu era muito boa atriz para fingir que éramos grande amigas”, disse, na altura.

Na altura, Sofia Baltar não ficou indiferente a esta declarações e usou as redes sociais para responder em vídeo. “Em primeiro lugar, pelo que eu vi na entrevista, ela tem um riso de felicidade extrema e até maléfico, com uma afirmação que ela diz sem nexo nenhum que é poder falar mal de mim, porque eu já não trabalho”, começou por dizer.

“Depois a forma como ela se ri maleficamente ou a felicidade que ela pronuncia acerca desse facto, de ela acreditar que eu não trabalho, é de uma pessoa que não tem senso comum do que é a vida, porque eu tenho dois filhos e se eu não trabalho como é que lhes dou de comer? E o facto de ela se estar a rir disso demonstra a má pessoa que ela é”, disse, acrescentando ainda que “difamação é crime”.

 

Veja o vídeo da ex-moranguita Sofia Baltar:

 

 

Sobre Gabriela Barros: “Foi um inferno trabalhar com ela”

 

Sobre o facto de ter trabalhado com Gabriela Barros, Sofia contou vários pormenores: “Posso dizer que foi um inferno trabalhar com ela, porque durante muitos anos sofri consequências desta pessoa que era a protagonista da novela e que simplesmente não queria ensaiar texto comigo. Desde o primeiro dia se recusou, porque não gostava de mim e constantemente inventou e criou intrigas acerca de mim, até que fez com que quase ninguém se desse comigo. Como era uma miúda, vinha do Porto e estava sozinha, não tinha capacidade nem maturidade para lidar com toda esta maldade e competitividade”, explicou.

“Acabei por me isolar. Ela gozava constantemente comigo em cena. Muitas vezes fui ter com ela e perguntei porque não era minha amiga. No fundo, estava a ser pisada e a pôr-me a jeito. (…) Acabou por se tornar gravíssimo. (…) Entrei num estado de pânico total durante anos da minha vida. E tudo começou por causa da Gabriela Barros”, afirmou, acrescentando, porém, que não guarda rancor da ex-colega: “As coisas só aconteceram porque eu não me soube defender. Eu é que deveria ter tomado consciência de que deveria ter exposto o assunto às pessoas que tivessem autoridade para pararem com aquilo tudo”.

“Agora com isto tudo, olhando para trás, eu decifrei que no fundo viste-me como a tua maior ameaça, porque tu foste fazer o casting para protagonista e eu já estava escolhida para Inês e eles quiseram que eu fosse cantar com o David Carreira, porque desde o início queriam que eu fosse a protagonista.”, afirmou, dirigindo-se diretamente a Gabriela Barros. “Sou uma pessoa muito emotiva e tenho orgulho nisso. E digo-te: obrigada por tudo. Senão eu não estaria aqui hoje. A verdade é que diariamente convivo com pessoas incríveis, com um talento enorme, e que são humanas e não há nada de competitividade, porque sabem que isto vai acabar. Portanto reflete e cresce”, concluiu.

 

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Arquivo Impala, Divulgação TVI e reprodução redes sociais

PUB
Top