15 mil inscritos! Próximo Big Brother procurado cada vez mais por pessoas mais velhas

Já arrancou a primeira fase dos castings da nova versão do Big Brother. A grande aposta da TVI já regista mais de 15 mil inscritos e muitos acima dos 40 anos.

08 Ago 2020 | 19:30
-A +A

O Big Brother 2020 chegou ao fim no passado domingo, 2 de agosto, mas certo é o regresso programa à antena da TVI, já em setembro, com a nova edição do concurso mais polémico da televisão nacional, Big Brother – A Revolução, agora apresentada por Teresa Guilherme.

A primeira fase dos castings já começou. Apesar de ainda não haver uma data estipulada para o início do formato, a estação quer «estrear o programa no segundo fim de semana de setembro», como nos confirmou uma fonte ligada à produção, referindo ainda todos os esforços que têm sido feitos: «Estamos a fazer os possíveis, mas não vai ser fácil!»

Apesar dos bons resultados televisivos, obtidos na fase final do Big Brother 2020, a verdade é que o próximo concurso terá um duro concorrente. A estreia daquele que há vinte anos foi considerado o maior espetáculo televisivo, que acabou por alterar as audiências a favor da TVI, deverá coincidir com o arranque de O Noivo É Que Sabe, na SIC, que conta com a apresentação da atriz Cláudia Vieira e cujas rodagens já arrancaram.

Segundo a mesma fonte ligada à produção do programa da estação de Queluz, já foram contabilizadas cerca de 15 mil inscrições. Deste número, 54 por cento são mulheres e 46 por cento correspondem ao sexo masculino.

Já no que toca às idades, regista-se um aumento de pessoas acima dos 40 anos, devido às polémicas participações de Pedro Soá, de 45 anos, e da mãe de Tierry Vilson, que se celebrizou após participar na Casa dos Segredos, Teresa, de 52, que foram os moradores mais velhos da história deste formato, e que tanto deram que falar. Apesar de o número de inscritos acima dos 40 anos registar uma percentagem de 15%, são os jovens entre os 26 e os 40 anos que mais desejam viver esta experiência (43%).

No que toca às origens dos novos concorrentes, a maioria vem das grandes cidades portuguesas, mas também volta a haver um número significativo de emigrantes a concorrer, tal como aconteceu nesta edição, com as participações de Edmar, que nasceu e reside em Londres, de Jéssica, que vive na Suíça desde os nove anos, da brasileira Ana Catharina e da venezuelana Angélica.

«Grande Porto, Grande Lisboa e Litoral Norte em maioria, mas também há das ilhas e das comunidades, com destaque para França, Luxemburgo e Alemanha», confirmou a mesma fonte da produção do reality show.

 

Texto: Tânia Pereira Dias (tania.dias@impala.pt) e Telma Santos (telma.santos@impala.pt); Fotografias: Arquivo Impala, reprodução TVI e redes sociais

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1742 da TV 7 Dias)

PUB
Top