“Pus mesa para 12 e acabei com 5”: Carolina Patrocínio lamenta Natal com COVID-19

Carolina Patrocínio esteve na manhã desta terça-feira, 28 de dezembro, no programa “Casa Feliz” a falar sobre o Natal: “Eu tive tantas baixas.”

28 Dez 2021 | 20:15
-A +A

Carolina Patrocínio esteve à conversa com Diana Chaves na “Casa Feliz”, da SIC, nesta terça-feira, 28 de dezembro, e no rescaldo da quadra natalícia revelou que a pandemia da COVID-19 acabou por impedir que a família se reunisse, tal como estava previsto. “Foi muito duro, muito triste”, confessou.

“Eu tive tantas baixas. Pus uma mesa linda para 12 pessoas e acabei com cinco. Um dia antes tirei e tirei lugares”, desabafou a apresentadora, lamentando que muitas família tivessem de passar as festas sozinhas. “Foi assim em muitos lares portugueses, espero que tenha sido o encerrar de um capítulo. Será?”, questionou com ar desolado, deixando uma mensagem de esperança para o Ano Novo: “Que 2022 venha apaziguar os nossos corações com saúde!”.

 

Carolina Patrocínio fala sobre o Almoço da Irmã Secreta no Natal

 

Dias antes do Natal, Carolina Patrocínio, de 34 anos, marcou presença no habitual almoço desta época com a mãe, Teresa, e as irmãs: Mariana, Inês e Rita e Mónica. Nessa altura, a comunicadora deu conta de que uma das manas estava infetada o coronavírus. “Em 6 irmãs, é sempre a mesma que apanha o vírus”, escreveu na legenda de uma foto, referindo-se a Victoria Jacobi, a mais nova do clã, que faltou ao evento.

Nas redes sociais foi também possível perceber que o atual marido da mãe estava igualmente positivo à COVID-19. “Isto é uma tradição, o Almoço de Irmã Secreta, porque somos muitas e não queremos dar despesa. Fazemos sempre esta troca”, Para a ocasião vestem-se de igual com modelo assinados por Rita Patrocínio.

Sobre a ‘escapadela’ que fez ao Brasil com as filhas (Diana, de sete anos, Frederica, de cinco, e Carolina, de três), Carolina explicou que a viagem estava agendada há vários meses, embora tivesse sido adiada várias vezes. Para a apresentadora são sempre bons os momentos que passa com elas, aproveitando tempo de qualidade.

“Não levei o meu bebé Eduardo, mas hei-de levar. Ele tem tempo”, justificou, sublinahndo que o menino tem apenas um ano e meio e ficou ao cuidado do pai, Gonçalo Uva. “Chegámos dia 23 e já passámos o Natal todos juntos. Foi ótimo”, concluiu.

 

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais 

PUB