Quer ter filhos: Catarina Gouveia e o seu lado maternal

A atriz, que em breve irá voltar à antena da SIC, revela que ainda vive em lua-de-mel. A saborear a vida ao lado de Pedro Melo Guerra, a atriz confessa que pretende aumentar a família.

10 Out 2021 | 9:50
-A +A

Foi a 10 de outubro, do último ano, que realizou um dos maiores sonhos da sua vida: subir ao altar. Prestes a celebrar o primeiro ano de união com Pedro Melro Guerra, Catarina Gouveia confessa que tem vivido um ano de celebração. “Vai fazer um ano agora, passou a voar. Tem sido muito bom, foi um ano muito feliz e está a ser saboreado da melhor forma, com momentos felizes, com muito entusiasmo e muita positividade ao que vem futuramente”, relatou à TV 7 Dias, relatando como prevê recordar o dia de sonho que viveu há um ano. “Temos algumas ideias e talvez voltemos ao lugar onde fomos felizes, que foi o Algarve.”

Radiante, Catarina Gouveia afirma sentir-se uma mulher completa. Aos 33 anos, diz estar a aproveitar de forma intensa todos os momentos que vive ao lado da sua cara-metade. “Estivemos há pouco tempo em Itália, fizemos uma viagem muito repentina, sem grandes planos, esquecemos-nos das cartas de condução e o que tínhamos planeado fazer de carro acabamos por fazer tudo de comboio, mas readaptámos-nos super bem. Foi mesmo uma viagem de que não nos esqueceremos”, contou, sublinhado: “Temos aproveitado este ano para viajar. Tanto eu como o Pedro temos isso muito bem perspetivado antes de começarmos a aumentar a família que é aproveitarmos uma vida a dois, para que exista esta recordação de quando éramos só os dois, acho que também pode ser interessante futuramente para quando a família aumentar.”

Ter filhos será o próximo passo do casal, mas para já a atriz pretende voltar ao pequeno ecrã. “Aumentar a família é um sonho meu, muito grande. É o meu grande sonho desde que me lembro de me tornar mulher. Sempre vejo este meu lado maternal muito presente em mim, mas estamos a aproveitar esta vida de casal, este primeiro ano a viajar, e eu estou muito focada nos projetos profissionais, mas não é algo que coloque a longo prazo, é a médio prazo.”

No que toca a projetos esclarece que o seu regresso à SIC está para breve. “Sei que provavelmente isto vai soar a cliché, mas é diferente de tudo o que já fiz e vai ser um grande desafio. Estive este ano longe da representação, com outros projetos que vão também ser lançados muito em breve, mas a representação é algo que, efetivamente, me faz falta. Em breve vou regressar e estou feliz com o que me está a ser proposto na SIC.”

Texto: Telma Santos (telma.santos@impala.pt); Fotos: Reprodução Instagram

PUB
Top