“Quero sentir-me dentro e fora de ti”: Série retrata telefonema entre Carlos e Camilla

A quinta temporada de The Crown, da Netflix, vai retratar o polémico telefonema de cariz sexual entre o então príncipe Carlos e Camilla.

13 Nov 2022 | 15:50
-A +A

A quinta temporada de The Crown estreou-se nesta quarta-feira, 9 de novembro, e já está a dar muito que falar. Os novos episódios da série da Netflix incidem sobre a década de 90 e vai retratar um dos períodos mais polémicos da história da realeza britânica: o divórcio entre o então príncipe Carlos e a princesa Diana e o caso extraconjugal do filho da rainha Isabel II com Camilla Parker Bowles.

Os atores Dominic West e Olivia Williams, que dão vida ao rei Carlos III e à rainha consorte, vão recriar o polémico telefonema de cariz sexual que os atuais monarcas protagonizaram, em 1989, e que foi gravado (e divulgado) ilegalmente. Esta conversa aconteceu numa noite de dezembro, quando Camilla Parker Bowles se encontrava sozinha em casa. Por sua vez, o então príncipe Carlos regressava de uma visita oficial e estava em casa de uma amiga, Anne Grosvenor, duquesa de Westminster. Até à data, não se sabe quem é que gravou a chamada.

O escândalo da divulgação da relação extraconjugal entre o filho mais velho da rainha de Inglaterra e a amante ficou conhecido como “Camillagate”.

O romance entre os atuais reis de Inglaterra foi um dos mais polémicos de sempre da realeza e começou há mais de quatro décadas. Mas só foi tornado público há 25, quando foi divulgado este telefonema íntimo.  Na altura, filho da rainha Isabel II estava casado com a princesa Diana, com quem teve dois filhos, os príncipe William e Harry. Também a rainha era casada com Andrew Parker Bowles, oficial do exército britânico. Deste casamento nasceram Tom e Laura.

Leia a transcrição do telefonema:

Camilla: Humm… és tão bom a levar avante.
Carlos: Para! Quero é sentir-me perto de ti, à tua volta, por cima e por baixo, dentro e fora de ti.
Camilla: Oh.
Carlos: Particularmente, dentro e fora de ti.
Camilla: Oh, estava mesmo a precisar disso agora.
Carlos: A sério?
Camilla: Sei que iria ficar como nova. Não aguento uma noite de domingo sem ti.

(…)

Camilla: É como aquele programa “Start The Week”. Não consigo iniciar a minha semana sem ti.
Carlos: Eu encho o teu depósito!

(…)

Carlos: Então e eu? O problema é que preciso de ti várias vezes por semana.
Camilla: Também eu. Preciso de ti durante toda a semana. A toda a hora.
Carlos: Meu Deus! Vou viver para dentro das tuas calças ou algo do género. Assim era mais fácil.
Camilla: Em que é que te vais transformar? Num par de calças de ganga!
Carlos: Deus me perdoe! Num tampão. Olha a sorte que era.
Camilla: És um idiota! Que ideia maravilhosa.

(…)

Camilla: Ou então poderias transformar-te numa caixa.
Carlos: Que tipo de caixa?
Camilla: Uma caixa de tampões, para não parares de fazer esse processo.

(…)

Camilla: Na terça-feira, o Albert chega a casa.
Carlos: Não.
Camilla: Acreditas nisto? Nem sei o que ele anda a fazer. Anda aos tiros por ai. Mas, querido, conseguias ligar-me nessa altura?
Carlos: Talvez. Se amanhã à noite estiver tudo feito.
Camilla: Oh, meu querido, não aguento estar sem ti. Como conseguias estar despachado amanhã?
Carlos: Tenho o próximo discurso para preparar.

(…)

Carlos: Vou tentar organizar-me.
Carlos: Mas quando é que posso voltar a falar contigo?
Camilla: Não aguento.
Carlos: Quinta-feira à noite?
Camilla: Certamente era uma boa altura. Na quinta-feira à noite estou sozinha. Na quinta-feira ou na terça-feira, enquanto estás a fazer as tuas coisas eu fico à espera sozinha que dês sinal de vida.

(…)

Carlos: Reza, reza.
Camilla: Seria maravilhoso ter uma noite só para nós. Não seria, querido?
Carlos: Então não seria? Para desejar-te um feliz Natal.

(…)

Camilla: Acho que estás exausto depois deste trabalho. É melhor ires descansar. É melhor ires dormir, querido.
Camilla: Ligas-me de manhã quando acordares?
Carlos: Sim, claro.
Camilla: Antes de ter as crianças à minha volta.

(…)

Carlos: Boa noite, querida.
Camilla: Amo-te.
Carlos: Também te amo. Não quero dizer adeus.

(…)

Camilla: Amo-te e estou muito orgulhosa de ti.

O rei Carlos III e a rainha consorte continuam juntos e oficializarm a relação em abril de 2005, no edifício Windsor Guildhall, em Windsor, Berkshire.

Leia ainda: Pânico na Realeza: homem detido após atirar ovos a Carlos III e Camilla Parker. Vídeo!

Texto: Mafalda Mourão; Foto: Reuters

PUB