Raquel Tavares revela que teve “motivos fortes” para abandonar o fado

Raquel Tavares confessa que está cansada dos ‘ataques’ e das ofensas do público e afirma que a sua saída do fado teve “motivos fortes”.

29 Out 2020 | 9:50
-A +A

Raquel Tavares revelou que teve um “motivo forte” para abandonar o fado. Esta confissão foi feita durante uma conversa com Rui Unas, no programa Maluco Beleza.

O tema surgiu quando um dos internautas questionou a fadista sobre o facto de se ter afastado dos palcos por não gostar de ser figura pública e de agora estar a trabalhar em televisão. “Já estou cansada” começou por dizer, revelando algum desgaste por estar sempre a ser alvo da mesma pergunta. “Reservo-me o direito de não responder, porque …. na altura certa, provavelmente o farei”, disse.

Eu tenho um motivo, é meu, é pessoal e é da minha vida que se trata. Eu não ofendi ninguém, não ataquei ninguém, não cometi nenhum crime, não faltei com ninguém, não usei ninguém. É da minha vida que estamos a falar”, afirmou, acrescentando, porém, que entende a pergunta: “Eu compreendo uma coisa que está na lei, que é a dúvida razoável. E a dúvida razoável eu compreendo e tento colocar-me no lugar de quem me ouviu e de quem não entendeu. Não aceito é a ofensa, o ódio gratuito”.

A fadista revelou ainda: “Estou cansada do que tem acontecido há quase um ano. Eu tenho motivos fortes, tive motivos fortes…

Raquel Tavares pede respeito

Raquel Tavares explicou ainda a Rui Unas que a razão do seu afastamento da música não está relacionada com o declínio da sua carreira, nem com questões financeiras.

“Eu tinha um percurso profissional de 28 anos na música e bem sucedido. Para ganhar em televisão o que ganhava num concerto, tenho de trabalhar três meses! Não estava acabada e tinha um disco para sair”, contou.

A fadista, que agora é também atriz e apresentadora na SIC, pede algum respeito em relação à sua vida: “O meu percurso artistico estava a correr muito bem, os ultimos cinco anos foram de muito sucesso. Eu, única e exclusivamente, não estava feliz. O resto só a mim me diz respeito. Por favor, não questionem com tanta agressividade, com tanto juizo de valor”.

 

“Os convites surgiram ao longo dos anos”

Depois de suspender a sua carreira musical, Raquel Tavares foi convidada pela SIC para integrar o elenco da novela “Golpe de Sorte”, atualmente em exibição, e é também uma das apresentadoras de “Domingão” e de “Olhó Baião.

“Nunca tinha feito ficção, mas os convites surgiram ao longo dos anos várias vezes”, contou, explicando por que nunca aceitou participar numa novela: “Eu nunca pude aceitar, porque a condição de ser-se fadista é muito quadrada. Ainda há algum preconceito e estigmatiza. Uma fadista tem de ser aquela senhora polida, com uma postura recatada… Que disparate, não é nada! É tudo mentira! Não tem de ser. Durante algum tempo, não fiz nada da vida porque não podia”.

Raquel garante que ser atriz ou apresentadora nunca fez parte dos seus planos. “As pessoas têm de trabalhar, não é?”, disse, concluindo: “Nunca imaginei estar onde estou. Nunca imaginei estar num programa da manhã ou num programa de seis horas em direto. Não sabia como é que se fazia. Mas estou a aceitar sem grandes expetativas ou sem grandes planos.”

 

Saiba mais:
Raquel Tavares explica afastamento do programa Domingão
Débora Monteiro apaga fotografia de Raquel Tavares depois de insultarem fadista
Raquel Tavares duramente criticada por posar em cima de um boi. Já eliminou imagem!
Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais

PUB
Top