RECORDE aqui a primeira ATUAÇÃO de Carlos Costa!

Carlos Costa celebra 27 anos. Recorde como era o cantor quando, aos 17, participou no concurso da SIC Ídolos e veja a mudança de visual a que se submeteu.

01 Mai 2019 | 10:50
-A +A

Tinha 17 anos quando se apresentou perante Pedro Boucherie Mendes, Laurent Filipe, Roberta Medina e Manuel Moura dos Santos, os jurados da edição de 2010 do programa Ídolos, da SIC. Nas audições, Carlos Costa interpretou o tema Invincible, que Carola Häggkvist levou ao Festival da Eurovisão de 2006 em representação da Suécia, e ainda Chegar A Ti, de Rita Guerra.

Laurent Filipe foi o único a achar que a prestação do jovem madeirense tinha, nessa época, «o que é necessário para transmitir ao público qualquer coisa». Apesar de os colegas terem olhado para Carlos Costa como «muito teatral», o concorrente acabou por passar com o aval de três jurados – só Roberta Medina disse «não».

Recorde a audição: 

Tinha 17 anos quando se apresentou perante Pedro Boucherie Mendes, Laurent Filipe, Roberta Medina e Manuel Moura dos Santos, os jurados da edição de 2010 do programa Ídolos, da SIC. Nas audições, Carlos Costa interpretou o tema Invincible, que Carola Häggkvist levou ao Festival da Eurovisão de 2006 em representação da Suécia, e ainda Chegar A Ti, de Rita Guerra.

Laurent Filipe foi o único a achar que a prestação do jovem madeirense tinha, nessa época, «o que é necessário para transmitir ao público qualquer coisa». Apesar de os colegas terem olhado para Carlos Costa como «muito teatral», o concorrente acabou por passar com o aval de três jurados – só Roberta Medina disse «não».

Recorde a audição:

 

Passados nove anos, Carlos – que ficou em terceiro lugar no concurso apresentado por Cláudia Vieira e João Manzarra, atrás de Filipe Pinto (primeiro) e Diana Piedade(segunda) – transformou-se num artista que chama a atenção não só pelos seus dotes vocais mas também pelo visual que adotou.

No dia em que celebra 27 anos, esta terça-feira, 30 de abril, recordamos os looks mais irreverentes do cantor e que fazem parte de uma «personagem» que criou para não passar «despercebido», como o próprio explicou, em agosto do ano passado.

«Esta personagem começou a ser construída com base naquilo que eu sou, que eu acredito e que eu defendo. Cantar, representar, dançar por exemplo. Mas também a defesa pelos direitos à igualdade. Também apostei na excentricidade, senão passava despercebido. Não passava de alguém com talento que participou no programa X ou Y, mas acabava por aqui. Ninguém ia olhar mais para mim»

Mais recentemente, tem dado que falar por ter uma imagem andrógina. Em fevereiro passado, explicou que «não há que ficar confuso» com a sua identidade sexual e aconselhou os quase 60 mil seguidores no Instagram a pararem de «procurar definições onde elas não são necessárias».

«Eu nasci ‘ele’ e com o nome de CARLOS. Assim pretendo continuar. Até ao dia que EU e somente EU me considere um ELE é assim que me devem tratar. Essa coisa de chamar ‘ELA’ é pura ilusão», escreveu na rede social.

Percorra a galeria acima e recorde os visuais de Carlos Costa mais extravagantes.

Veja também:
Érica Silva ARRASA Carlos Costa: «DÁS O CU E CINCO TOSTÕES PARA APARECER»
Carlos Costa revela CONVERSA PRIVADA com Conan Osíris: «Fiquei histérico!»

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top