Regina Duarte canta música de homenagem à ditadura e abandona entrevista em direto

Regina Duarte, atriz e Secretária da Cultura do governo de Jair Bolsonaro, concedeu uma bizarra entrevista à CNN Brasil. Desvalorizou mortes, a ditadura militar e abandonou a entrevista a meio.

08 Mai 2020 | 11:55
-A +A

Lembra-se da atriz Regina Duarte em novelas icónicas como Rainha da Sucata e Roque Santeiro ? A Regina Duarte versão Secretária da Cultura de Bolsonaro é uma pessoa ligeiramente… diferente. Esta quinta-feira, a atriz concedeu a primeira entrevista, 60 dias após ter assumido o cargo. E o resultado foi uma sucessão de bizarrias e momentos constrangedores.

Regina Duarte escolheu a dedo Daniel Adjuto, jornalista da CNN Brasil, a quem concedeu a entrevista. No arranque, esclarece que não vai demitir-se nem ser demitida por Bolsonaro, ao contrário de um ando que circulou na imprensa brasileira, em que se pode ouvir a própria a mencionar essa possibilidade.

A entrevista contou com a participação de mais dois jornalistas da CNN, que estavam em estúdio. A determinado momento, um deles questiona Regina Duarte sobre o silêncio público acerca das mortes de pessoas da área da cultura por causa do novo coronavírus. «Eu optei por mandar uma mensagem para as famílias das pessoas que perdemos nos últimos tempos», disse, acrescentando ainda que não conhecia essas pessoas, daí não ter feito um obituário público.

Regina Duarte explica ainda porque é que, apesar da saída de Sérgio Moro do governo, continua ao lado do presidente brasileiro. «Estou apoiando o governo Bolsonaro porque acredito que é a melhor opção para o país. Tem que olhar para a frente, tem que amar o país. Ficar cobrando coisas que aconteceram nos anos 60, 70, 80… gente, vamo embora para a frente!», diz.

E é neste momento que Regina começa a cantar o Hino da Copa de 1970, uma música conotada com o regime ditatorial. «Não era bom quando a gente cantava isso?», questiona a atriz.  A ditadura militar brasileira, que vigorou de 1964 a 1988, matou quase meio milhar de pessoas. 20 mil foram presos e torturados.

O jornalista, visivelmente constrangido, diz: «foi um período muito difícil, muita gente morreu durante a ditadura…». A sorrir, Regina Duarte diz: «Na Humanidade, não para de morrer. se você falar vida, de um lado tem morte! Sempre Houve tortura… meu Deus, Estaline, Hitler… quantas mortes… não quero arrastar um cemitério de mortes nas minhas costas, sabe? Sou leve, tou viva. Estamos vivos. Para quê olhar para trás? Não vive que fiva quem fica arrastando cordeis de caixões acho que tem uma morbidez neste momento. A Covid está trazendo uma morbidez insuportável, não tá legal!», afirma.

Depoimento de Maitê Proença espoleta abandono de entrevista

O momento em que Regina Duarte abandona a entrevista acontece quando a CNN coloca no ar um vídeo de Maitê Proença. A também atriz reclamava que a secretária da cultura homenageasse os colegas que morreram durante a pandemia. Irritada, Regina Duarte diz que é «baixo nível» e que o vídeo tem 2 meses.

Nas imagens, é possivel ver Regina Duarte a tirar o auricular e a discutir com o jornalista. «Vai tar desenterrando a mensagem da Maitê para quê? Ela tem o meu telefone, ela fala comigo!» «Eu tinha tanta coisa bacana para falar e vocês estão desenterrando mortos! Vocês devem estar cansados… fiquem leves! Bola para a frente!» Ouvem-se vozes em fundo a dizer «é uma falta de respeito» e veem-se seguranças a entrarem no plano.

Veja aqui a entrevista na íntegra

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: reprodução CNN e redes sociais

 

Veja mais:
Globo ameaça suspender contrato de Regina Duarte. E a culpa é de Bolsonaro!
Luan «extremamente preocupado» com discurso de Bolsonaro: «a minha família está aflita»

 

 

ATENÇÃO!

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
Eis os passos a seguir:

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB
Top