Repórter do “Big Brother” livre da COVID-19: “Falta recuperar o olfato e paladar”

Gonçalo Roque, repórter do “Big Brother”, anunciou nas redes sociais que está curado da COVID-19. Em jeito de brincadeira, disse que o “primeiro dia fora de casa não está a ser fácil”.

07 Dez 2020 | 18:10
-A +A

Gonçalo Roque, repórter do “Big Brother”, está curado da COVID-19. “Quinze dias depois” de ter descoberto que contraiu o novo coronavírus, o também radialista voltou à sua “vida normal depois de dias e dias de pijama, onde o sofá e a televisão foram os seus melhores amigos”.

“É altura de sair de casa e espreitar o mundo lá fora. Falta agora recuperar o olfato e paladar mas, isso, só com o tempo”, escreveu, este domingo, um dos animadores da estação de rádio Cidade FM.

Por sua vez, no mesmo dia, num vídeo partilhado através de uma história do Instagram, Gonçalo Roque mostrou-se aliviado por ter tido “finalmente ordem de soltura”. “Já posso voltar ao trabalho, à minha vida normal”, desabafou o repórter do reality show da TVI.

 

 

Já na manhã desta segunda-feira, num tom humorístico, o jovem falou do seu “primeiro dia fora de casa pós-COVID-19”. “Posso dizer-vos que não está a ser fácil. (…) Parece que deixei de conduzir. Pareço um puto que acabou de tirar a carta. A meter as mudanças, sabem? E perdi-me… Perdi-me a ir para a box de CrossFit. Para ir para a rádio, não me perdi. para ir para a box, perdi-me”, brincou.

 

Gonçalo Roque: “Não estava a sentir-me mesmo nada bem”

 

Há uma semana e meia, aquando do anúncio de que tinha testado positivo à COVID-19, Gonçalo Roque contou aos seguidores os sintomas que o fizeram desconfiar de que estaria doente. “Senti dores musculares muito fortes, principalmente na lombar e nas costas, ao ponto de procurar um relaxante muscular. Não estava a sentir-me mesmo nada bem”, relatou, tendo adiantado que teve ainda dores de cabeça, falta de apetite, febre e alguma tosse, além de também já ter perdido o paladar.

Sem saber como contraiu a doença, o repórter do “Big Brother” admitiu que falhou em algum momento, embora não tenha descurado os conselhos da Direção-Geral da Saúde. O locutor de rádio confessou ainda ter-se sentido “um pouco ansioso” por não saber como estaria no dia seguinte.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top