Preocupada com o filho, Rita Pereira recorre ao hospital e fica estupefacta

Rita Pereira teve de recorrer ao hospital com o filho Lonô, de um ano e três meses, e ficou escandalizada ao ver certas pessoas a fazer a «sua vida normal como se nada estivesse a acontecer».

18 Mar 2020 | 12:30
-A +A

Rita Pereira foi obrigada a sair de casa esta terça-feira, dia 17, por causa do filho Lonô, de um ano e três meses. O menino passou a noite com tosse constante, deixando a atriz preocupada com o estado de saúde do filho. A revelação foi feita pela própria atriz nas redes sociais numa altura em o país enfrenta a pandemia do Covid-19.

«Hoje passei a tarde inteira no hospital. Cheguei lá eram 12h00 e só voltei às 19h00. O Lonô estava com uma tosse mesmo muito grave», começou por revelar, confessando que além da tosse, o menino não comia nem dormia. «Só fui porque teve mesmo de ser. Fui a um hospital privado para não me encontrar com muita gente. Não tinha ninguém. Na zona da pediatria não tinha mesmo ninguém. Tive sorte», contou.

Rita Pereira admite que teve todos os cuidados de prevenção durante o tempo que esteve na rua: «Fui de luvas e máscara. […] Troquei de luvas, desinfectei-me. Levei um frasco de álcool comigo», recordou. Ainda assim, ficou escandalizada com o que viu, pois nem todas as pessoas estão a tomar medidas de prevenção para diminuir o contágio.

«É incrível. Inacreditável como ainda vejo pessoas da minha idade sem máscaras, sem luvas e sem desinfetante a fazer a vida na boa como se nada estivesse a acontecer. Como se o Primeiro-Ministro [António Costa] não tivesse a falar agora em direto e como não estivesse ali escrito ‘estado de emergência’. Nada está a acontecer e vamos continuar nos cafés na boa (ironiza). Só para que saibam são vocês que vão matar as pessoas mais velhas neste país. São vocês que vão matar os meus pais, os meus avós e vão matar também os vossos. Previnam-se. Saiam à rua mas com alguma proteção. Eu fico maluca», apelou

São já 448 os casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus Covid-19, em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), desta terça-feira, 17 de março.

Com esta atualização, são mais 117 casos relativamente a segunda-feira, dia 16.Trata-se de uma subida de 35,3% face aos números de ontem, um aumento proporcionalmente semelhante ao que foi registado. Neste momento, há 323 casos a aguardar o resultado das análises laboratoriais.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram

 

Leia ainda:
Grande pancada! Fã de Rita Pereira bate com o carro porque… queria ver Lonô
Coronavírus estraga festa de aniversário de Rita Pereira. Atriz também cancelou viagem

PUB
Top