Ronaldo está de parabéns: Recorde a primeira entrevista de CR7 que aconteceu há 20 anos

Ronaldo faz 36 anos e a TV 7 Dias recorda a primeira entrevista que o melhor jogador de futebol do Mundo deu à Sport TV.

05 Fev 2021 | 15:00
-A +A

Cristiano Ronaldo completa esta sexta-feira, dia 5 de fevereiro, 36 anos. O avançado da Juventus “está aí para as curvas”, como se diz na gíria, ao ponto de a equipa italiana estar a ponderar renovar-lhe o milionário contrato por mais dois anos. De facto, o rendimento do craque em campo continua a ser do “outro mundo”, marcando golos atrás de golos.

Por ser um dia especial para CR7, recordamos-lhe agora um momento também ele especial: a primeira entrevista que o filho de Dolores Aveiro concedeu a um órgão de comunicação social, neste caso, à Sport TV. Estávamos em 2001 e o futebolista tinha apenas 16 anos.

“Podia ser melhor, mas para remediar até irmos para Alcochete dá. Eu por acaso não passo muito tempo, venho só aqui para dormir. Não aguento estar muito tempo aqui dentro, depois vou passear… [para os centro comerciais] Colombo, Vasco da Gama, Amoreiras”, começa por dizer, com um sorriso maroto, referindo-se à pensão localizada no Marquês de Pombal, no coração de Lisboa, onde vivia na altura. A Academia de Alcochete estava a ser construída.

“Isso é muito caro, pá”

Ao entrar num dos quartos desse espaço, o então jogador do Sporting Clube de Portugal depara-se com uma consola de videojogos, comprada por um colega. “Tenho uma dessas em casa. Isso é muito caro, pá”, atira o futebolista.

Cristiano Ronaldo recebia “300 contos” (que equivale a 1500 euros) e entregava-os à matriarca do clã Aveiro. “É ela que guarda o dinheiro no banco e isso. Quando eu preciso, peço-lhe e ela envia-me. É assim que a gente vive”, conta.

Naquele tempo, o irmão de Katia Aveiro era juvenil, mas jogava nos juniores, na equipa “B” do Sporting e treinava com as estrelas do plantel principal. “Pedro Barbosa, Rui Bento, que são internacionais. Nem acreditava, naquele momento, que estava a treinar com eles. Tive muita alegria”, admite.

“Ainda me sinto muito pequenino”

Porém, o “miúdo” não se sentia integrado “ali” (ao lado dos craques daquela época). “Não estou tão à vontade como se estivesse nos juvenis. Ainda me sinto muito pequenino”, confessa.

Para terminar, CR7, alcunha que ganhou mais tarde, contou que os jogadores mais velhos às vezes ficavam chateados com ele, por se “agarrar um bocado à bola”. “Às vezes ficam um bocado chateados por me agarrar um bocado à bola ou fazer uma coisa que não devo. Ou por resmungar com eles… já são velhos e não estão habituados”, conclui.

20 anos se passaram e tanta coisa mudou… menos a vontade de se superar a cada dia que passa, que continua a aumentar. Cristiano Ronaldo já admitiu, por diversas vezes, que só pretende pendurar as chuteiras aos 40 anos.

Veja aqui o vídeo:

Texto: Ivan Silva; Fotos: Reprodução Instagram
Leia também:
Gafe! Cristiano Ronaldo confunde-se… e esquece-se de um dos filhos

PUB
Top